Google+ Followers

Google+ Followers

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

A IR


Como sabemos as rotas de comércio marítimo dos portugueses, ingleses e holandeses a partir do século XVI, alteraram e enriqueceram a gastronomia dos europeus com numerosos produtos (sobretudo de origem vegetal), anteriormente desconhecidos ou pouco vulgarizados. Muitos desses produtos oriundos de outros continentes foram transplantados com sucesso para Portugal (em especial para o Algarve, ou para os arquipélagos da Madeira e dos Açores) onde passaram a ser cultivados. Um desses exemplos é o chá (Camellia sinensis).

 Neste breve traçado histórico da relação de Portugal com o Chá e com o Mar, irá, a nossa Convidada, abordar alguns dos aspectos de um interessante legado que nos une à Corte Inglesa através da infanta Catarina de Bragança, que nos leva à China (Macau) e à Índia, e recordar também episódios relativos aos veleiros Cutty Sark (Galera Ferreira) e Thermopylae (Galera Pedro Nunes), os dois “grandes nomes” na história da rota do chá e cujos rumos se entrelaçaram por Lisboa.

 

Sem comentários: