Google+ Followers

Google+ Followers

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

VOLTA,FAZ FALTA


1- Carta do Almirante Botelho leal
Finalmente!!!!
Aos meus estimados camaradas que, aceitando ser minhas testemunhas, com os seus importantes depoimentos contribuíram decisivamente para a decisão judicial favorável, vai a minha elevada gratidão. 
Bem Hajam!
Com muita consideração a todos um grande Abraço. 
José Botelho Leal



2- Carta de um camarada
Caro Zé Botelho Leal
Eu é que agradeço a oportunidade que tive de estar , embora muito modestamente, a teu lado neste momento difícil, e inesperado para ti , para nós e para todos.
Tens feito fora da Marinha, a nossa Briosa, para além de outras tarefas, um notável trabalho com a coordenação e direcção do excelente blogue “A voz da Abita…”, a que entendeste agora “dar volta”.

O teu blogue conseguia ser o ETO da unidade e a Ordem da Armada para quem estivesse por fora, meu caso e da maioria dos Oficiais da reserva e reforma, e assim nos mantinha unidos, informados, interessados, presentes. Era uma missão de grande mérito, que merecia um louvor e condecoração a dar pela Marinha e em vez disso teve banco de réu, dado por um autarca.

Autarca , curiosamente, de duas Cidades que tanto devem à Marinha, aos navios e aos Marinheiros.

Mas tudo se resolveu, como teria de ser resolvido, ficando , como sempre e felizmente, somente as mágoas, o que se perdoa mas não esquece e o suspiro do alívio do fim.

Mas agora, caro Zé, que o mar vai voltar à suave ondulação e a nau prossegue seu rumo , sente-se muito a falta da “tua” voz, da Voz da Abita, porque  a presença já não é pronta, a informação já anda por aí perdida, o interesse relativou-se e a união, tão importante no momento, acompanha o encolher de ombro da idade.

Apressa-te , pois, Amigo a retomar o leme

 Fizeste uma manobra de Butakov, o Homem ao mar foi recolhido e segue-se de novo a proa.

Avisa-me, breve, para ler o nº 1 da nova série do teu blogue, o nosso indispensável blogue naval.

Um amigo e velho abraço
 
3-Comentário da CACINE
Apoio incondicional á carta do nosso Camarada , esperando que seja bem recebida e reflectida pelo destinatário para bem comum

4 comentários:

speedy disse...

Não é a carta " de um camarada" mas sim a " carta do camarada" pois todos nós subescrevemos a carta. Agora que a borrasca se foi o pessoal pode voltar a reunir se a volta da Abita.

Anónimo disse...

Apoio incondicional e imediato

ze luis

Anónimo disse...

Sim senhor
FSM

Anónimo disse...

Força Almirante

Isaías