Google+ Followers

Google+ Followers

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

APOSTA

Basílio Horta será, se não houver rochas no caminho, o próximo Presidente da Câmara de Sintra.

Contará com os votos do PS , com o seu mérito e experiência de campanhas mil e, sobretudo, com as asneiradas que o PSD anda a fazer, mormente propondo Pedro Pinto.

Será assim????

E no Porto ? Será que Menezes ganha sósinho , contra Rui Moreira pela direita e a esquerda unida pelo outro lado?

1 comentário:

Manel disse...

A comissão de honra da candidatura de Basílio Horta à Câmara Municipal de Sintra nas próximas eleições autárquicas é encabeçada pelos ex-presidentes da República Mário Soares e Jorge Sampaio, revelou hoje à agência Lusa fonte da candidatura.

O antigo líder do CDS Freitas do Amaral surge em terceiro lugar na lista da comissão de honra de Basílio Horta, acrescentou a mesma fonte da candidatura socialista ao município de Sintra.

O deputado socialista Basílio Horta vai concorrer à liderança do município de Sintra contra o atual vice-presidente da câmara, Marco Almeida, candidato independente que foi rejeitado pelo PSD em favor da candidatura do deputado Pedro Pinto.

Em Sintra, o segundo maior município do país, as autárquicas de 2013 têm até ao momento dois candidatos como nome feito na política nacional e Marco Almeida, um "homem da terra", apontado quer pela concelhia do partido quer por vários presidentes de juntas como o natural sucessor de Fernando Seara à frente do município.

A distrital de Lisboa do PSD não aceitou o nome proposto pela concelhia de Sintra (Marco Almeida), optando por indicar à Comissão Política Nacional a escolha do deputado Pedro Pinto, num momento em que o vice-presidente da câmara preparava o anúncio da sua candidatura.

Após a formalização da candidatura de Pedro Pinto, a concelhia do PSD e vários presidentes de juntas do partido reiteraram o apoio ao vice de Fernando Seara, que exerce essa função há 11 anos.

O Partido Socialista apoia a candidatura de Basílio Horta, cofundador do CDS-PP, que já foi candidato a Presidente da República, ministro em vários governos e deputado, e que se propõe terminar a sua carreira política como autarca de Sintra. "Já fui praticamente tudo aquilo que um político pode ser.

Quero acabar a minha carreira política a servir as pessoas e nada melhor do que como presidente da segunda maior câmara do país", disse Basílio Horta à agência Lusa.

A concelhia de Sintra do CDS-PP anunciou para este mês uma decisão sobre a posição do partido em relação às autárquicas 2013, que pode passar por manter a coligação com o PSD que atualmente preside o município, ou apresentar candidato próprio.

Pedro Ventura, vereador da CDU, será o candidato da coligação de esquerda à câmara de Sintra, cuja oficialização também será feita este mês, disseram à agência Lusa fontes do PCP.