Google+ Followers

Google+ Followers

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

ÁS ARMAS

18 de Outubro, 14h00 (Quartel da Formação)
Na Abertura Solene em Defesa do Colégio Militar
Os Antigos Alunos defenderão sempre o Colégio com o mesmo amor com que servem a Pátria oferecendo-lhe a sua energia, talento, trabalho e sangue.
Somos confrontados com o imperativo de defender o Colégio das acções de quem tem a obrigação institucional de o gerir e promover. O Ministro da Defesa sabe bem que a descaracterização do Colégio o matará curto prazo e não consegue apresentar fundamentos económicos ou pedagógicos para essa descaracterização. O Ministro da Defesa apresenta apenas a sua vontade autoritária e uma total incapacidade para promover a participação e o diálogo democráticos.
O Ministro da Defesa utiliza de forma muito intensa os serviços de agências de comunicação, que provocam danos constantes e alimentam um clima de instabilidade com efeito negativo sobre a vida e felicidade dos Actuais Alunos. Todos sabemos que isto é assim e como é repugnante o "circo mediático" montado em torno dos assuntos relacionados com o Colégio.
Em 2011 o Ministro da Defesa disse : "… deste mesmo púlpito, por onde já passaram tantos ministros, governos e se disseram tantas palavras, espero vir aqui, de novo, celebrar este colégio" , mas em 2012 o ministro não compareceu. Será que em 2013 esta promessa será cumprida?
Nós celebraremos sempre o Colégio Militar porque é a nossa casa e a casa da nossa família.
O Colégio vive dias negros e encontra-se sob ameaça de morte, por isso exortamos todos os Antigos Alunos e os nossos verdadeiros Amigos a vir defendê-lo.
Luz, 16 de Outubro de 2013
António Reffóios (529/63)

Presidente da Direção da Associação dos Antigos Alunos do Colégio Militar

Sem comentários: