Google+ Followers

Google+ Followers

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

UMA VERGONHA NACIONAL


Subject: Re: formalização de desistência para a residencial de Idoso nº1 do CASO - IASFA
Minha Senhora
Informou-me a Sr.ª Dr.ª Dulce Mendes que a mensalidade a pagar seria de 1953 euros.
Tenho por isto, embora contra minha vontade, de desistir da aceitação da suíte que propôs. Esse montante é superior à pensão líquida de 1940,13 que recebi em Setembro.
E ela vai ainda baixar, por força do corte de 10% que o Governo já propôs à Assembleia da República, por força do aumento a partir de Janeiro da contribuição que estou fazendo para o próprio IASFA, por força do que consta irá vir no OE2014.
E tenho outros compromissos que não posso cancelar, incluindo com o Estado.
Impossível eu pagar tal mensalidade.
Aquilo que o IASFA me ofereceu mediante 1953 euros é apenas “cama, mesa e roupa lavada”, exigindo que a pessoa seja autónoma, na sua higiene pessoal, na sua deslocação à messe ou onde quer que seja.
Sucede que hoje em dia se aluga um T1 ou T2 por 600 a 800 euros. Comida e roupa nem precisa tanto. Fica bem aquém dos 1953.
Não os posso pagar, mas revolta também a exploração económica pretendida por uma entidade que existe para nos ajudar e não explorar, e para a qual tanto descontamos.
O meu protesto já foi apresentado ao Ministro da Defesa e peço-lhe o transmita superiormente no IASFA.
Com os meus cumprimentos.
António José de Matos Nunes da Silva
C/Almirante Ref.

2 comentários:

Anónimo disse...

Diária de 65€?
Existem pousadas com pensão completa por menos dinheiro.
Não é preciso roubar mais!
EStou solidário com o Sr. Almirante.
Fernando Boaventura
SAR AJ REF.

José Sousa e Silva disse...

Completamente solidário com o Senhor Almirante Nunes da Silva.
Bem hajas por divulgares.