Google+ Followers

Google+ Followers

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

QUE GRANDE LATA

No balanço das eleições autárquicas realizado após a comissão política regional do partido, Alberto João Jardim afirmou que vão avançar os processos disciplinares que poderão resultar na expulsão dos militantes que apoiaram candidaturas adversárias. “Cumpra-se os estatutos” disse o presidente do PSD-M.
Na mesma ocasião, Jardim acusou os partidos da oposição de terem comprado votos na campanha. “Houve partidos a dispor de quantidades de dinheiros imensas traduzidos em gorjetas em pagar viagens e etc. e que feitas as contas não têm tesouraria para isso, nem logística para isso e, portanto, há aqui um mistério de onde é que vêm esses dinheiros” disse Jardim.
O presidente do PSD-Madeira disse ainda não estar interessado em falar de Miguel Albuquerque. Albuquerque é o ex-presidente da Câmara Municipal do Funchal e que nas últimas eleições líder regional do PSD conseguiu 49% dos votos.
Na resposta, Albuquerque afirmou que o Presidente do Governo Regional anda iludido com a realidade. “Sou militante do PSD e no quadro da liberdade partidária, vou continuar a pronunciar-me sobre a vida interna do meu partido quer Alberto João Jardim goste quer não goste” disse Albuquerque em declarações reproduzidas pelo jornal Expresso.

1 comentário:

Anónimo disse...

Bokassa não faria melhor!!!
José Sousa e Silva