Google+ Followers

Google+ Followers

terça-feira, 21 de junho de 2011

ANGOLA UÉ

O Eng. Agostinho Chicaia, ex-Presidente da extinta Associação Cívica de Cabinda - MPALABANDA, foi preso na tarde desta Segunda-feira, 20-06-2011, no Aeroporto Internacional de Ndjili, em Kinshasa, RDC, pelas autoridades migratórias daquele país, quando se preparava para viajar para Harare, no quadro das suas atribuições ambientalistas, ao serviço das Nações Unidas. Essa prisão foi-me confirmada por um colega seu, de nacionalidade congolesa (RDC), que informou que essa detenção terá sido efectuada a pedido da Embaixada de Angola em Kinshasa, que teria fornecido uma lista de pessoas a "caçar", de entre as quais Agostinho Chicaia, desconhecendo-se, até ao momento, os restantes integrantes da referida lista.
Sobre essa lista falaram as próprias autoridades ligadas aos Serviços de Migração Congoleses, que o mencionaram ao Chicaia, no momento em que confiscavam o seu passaporte angolano e o talão de embarque. Disse-mo ao telefone o próprio Chicaia, antes de se ver privado do seu telefone.
Notícias que me chegaram pouco depois das 00:00 desta terça-feira, 21-06-2011, dão conta de que o Eng. Agostinho Chicaia foi, esta noite mesmo, transferido para a célebre cadeia de Macala, em Kinshasa.
De recordar que Agostinho Chicaia tem sido, a exemplo dos demais membros da Sociedade Civil Cabindesa, sistematicamente perseguido pelas autoridades angolanas, pelos dois únicos motivos de defender, por um lado, uma solução pacífica e honrosa para o conflito em Cabinda e, por outro, o respeito pelos direitos humanos das populações daquele enclave.

Lutemos todos os amantes da liberdade e da justiça pela sua libertação imediata.

Raúl Danda
Deputado e Activista Cívico

Sem comentários: