Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 1 de janeiro de 2011

ADEUS AMIGO

 Paulo, Paulo Henriques Lowndes Marques , Oficial da Reserva naval (8º CEORN) , fuzileiro em Angola, fundador do CDS, Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros do 8º Governo Constitucional , advogado.

Um Oficial da CACINE ainda depois do Natal recebeu uma carta dele, com o tradicional postal que ele concebia , de maneira muito original, para sua Família e Amigos. Lutou quanto pôde, contra a doença que o minava , mas acabou por ser hoje vencido.

Abraços Amigos, destes encontros todos que a vida nos proporcionou, Paulo, e que nos faz saudade

2 comentários:

Manel disse...

Morreu Paulo Lowndes Marques, um dos fundadores do CDS, antigo Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros, excelente profissional da advocacia, um verdadeiro diplomata na vida e um adepto e conhecedor da história e das suas missões.



Estive com ele, pela última vez, há poucos dias, no almoço que o Instituto Amaro da Costa organizou com o embaixador da Alemanha em Lisboa e com o representante da Fundação Adenauer para Portugal e Espanha. Apesar de já estar fisicamente diferente por causa da doença que o vitimou, Paulo Marques estava no seu melhor ambiente - a política externa, as relações internacionais, os problemas europeus. Despedimo-nos com a bravura e a delicadeza que caracterizavam indelevelmente Paulo Marques.



Era um patriota português que parecia um “conservador à inglesa”; a sua marca de serenidade, cultura, experiência e humor impecáveis, aliada a um espírito institucional e um sentido de compromisso verdadeiramente pouco frequentes em Portugal, tornaram-no muito respeitado dentro e fora do partido.



Independente da política, quis ser sempre coerente nas suas opções. Filiado e amigo do CDS em todos os momentos, o partido fica a dever-lhe inúmeros serviços relevantes, e entre estes o reconhecimento internacional do CDS, a defesa da democracia portuguesa em tempos dificílimos e, claro, o significado vivo e contemporâneo da velha aliança entre Portugal e o Reino Unido.



Paulo Marques era um senhor, um conservador e um amigo. À sua família, as nossas condolências. Na próxima reunião do Conselho Nacional do partido, vamos prestar-lhe uma muito justa e merecida homenagem.

Paulo Portas, in Facebook



.

Manel disse...

esteve em Angola, numa Companhia de Fuzos (almocei várias vezes em Belas com eles)comandada pelo Comandante Negrão e com o Manuel Novais como Imediato.Também me recordo do Zé Manel Moreira Rato