Google+ Followers

Google+ Followers

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

ÁS ARMAS


ASSOCIAÇÃO DAS ANTIGAS ALUNAS
DO INSTITUTO DE ODIVELAS

AAAIO

Lista
“Aprofundar LAÇOS, Alargar Horizontes”
para o triénio de Janeiro 2014 a Dezembro 2016
Composição e Programa











                                  DUC IN ALTUM!



I - QUEM SOMOS … …


Somos todas Meninas de Odivelas!
A nossa passagem pelo Instituto de Odivelas deixou marca nas mulheres que somos hoje.

Composição da Lista “Aprofundar LAÇOS, alargar horizontes”

Assembleia Geral
Presidente: Ana Maria Trindade Lobo – 275/1956
Vice-presidente: Teresa Magalhães – 334/1972
Secretária: Isabel Joglar - 362/1959
Secretária: Maria José Pallos da Rosária – 202/1954

Direcção
Presidente: Maria João Oliveira Baptista – 254/1960
Vice-presidente: Sofia Vaz Serra - 381/1974
Secretária: Susana Trindade da Franca – 171/1955
Tesoureira: Helena Martins – 153/1978
Vogal: Helena Coelho de Moura – 126/1971
Suplente: Izilda Almeida Pires – 163/1973
Suplente: Madalena Salavessa – 396/1974
Suplente: Isabel Maria Maia Miranda Boavida Bastos Moreira - 111/1957
Suplente: Clara Penha – 185/1969
Suplente: Sílvia Baldo – 12/1983

Conselho Fiscal
Presidente: Maria Luís Figueiredo – 225/1956
1ª Vogal: Edite Cunha – 366/1972
2ª Vogal: Cristina Costa – 169/1973
Suplente: Maria Teresa de Oliveira Marta dos Anjos Martins - 217/1974
Suplente:  Maria Alexandra Duarte de Lacerda da Silva Anjos – 145/1973
Suplente: Ana Maria Pereira Dores Costa20/1957


Nesta nossa lista e a esta nossa lista estão associadas alunas
§         que acreditam que a missão da Associação, além da prossecução da acção social que está na sua origem, deve centrar-se na consolidação e fortalecimento dos LAÇOS que unem Meninas de Odivelas e na intransigente defesa e promoção da dignidade e prestígio da Associação das Antigas Alunas e do Instituto de Odivelas e dos seus princípios, valores e tradições;

§         que já deram abundantes provas do seu empenhamento e firmeza no combate pelo Instituto de Odivelas, levando por diante várias batalhas em defesa do seu património material e imaterial.                                          
… / …

ü     Organizámos a Marcha das Rosas que mobilizou milhares de apoiantes;
ü     Avançámos com uma petição à Assembleia da República contra o encerramento do Instituto de Odivelas;
ü     Demos início a vários processos legais visando a continuidade do Instituto de Odivelas;                                                                                                                       
ü     Elaborámos e difundimos um manifesto dirigido a políticos e jornalistas e reunimos com grupos parlamentares;
ü     Criámos espaço na Internet para comunicar e mobilizar, como o “Blog do IO” e páginas especiais no Facebook;
ü     Desencadeámos o processo de registo dos símbolos (até agora desprotegidos!) do Instituto de Odivelas e das Associações de Antigas Alunas e de Pais e Encarregados de Educação;
ü     Promovemos a iniciativa “Este 14 de Janeiro não será o último” que mobilizou as pessoas presentes contra o despacho do MDN e colocou de novo o nosso Instituto de Odivelas nos media;
ü     Internacionalizámos a nossa luta expondo o ataque em curso contra o Instituto de Odivelas em várias organizações internacionais e a um conjunto de personalidades com projecção global;
ü     Obtivemos a Bênção Apostólica de S. S. o Papa Francisco para todas as Meninas de Odivelas, tal como foi anunciado nas comemorações oficiais do 114º aniversário do Instituto de Odivelas
MAS QUEREMOS FAZER AINDA MAIS!


II - A FORÇA QUE MOVE ESTA CANDIDATURA …

O Instituto de Odivelas está a ser alvo de um ataque visando a sua destruição. A destruição de uma escola de excelência com mais de cem anos de história como se se tratasse de uma realidade indiferenciada e insignificante.

É um ataque leviano, prepotente, cruel e totalmente injustificado, tanto mais quanto a decisão do Ministro da Defesa Nacional se estriba em argumentos falsos e distorcidos, entre os quais um pseudo-aforro quando outros sectores do ensino gozam de enorme complacência orçamental…

Estamos pois a atravessar uma conjuntura particularmente grave na história centenária do nosso colégio. Uma conjuntura que exige de todas nós coragem, determinação e dedicação e exige também um enquadramento solidário e o apoio firme de uma Associação renovada e reforçada.

Sabemos que o combate pelo Instituto de Odivelas não será fácil. Acumularam-se negligências e omissões e movimentam-se muitos interesses. Porém o desalento e a capitulação não são apanágio das alunas que integram, apresentam e apoiam a lista “Aprofundar LAÇOS, Alargar Horizontes”!                                             … / …



III - O QUE NOS PROPOMOS FAZER …

Queremos uma Associação civicamente mais interveniente e mais envolvida e interessada no Instituto de Odivelas e na vida do dia-a-dia das suas actuais alunas e antigas alunas – TODAS!

Nesse sentido, e beneficiando da experiência e conhecimento das alunas que precedentemente serviram a Associação nela prestando inestimável trabalho de voluntariado, propomo-nos prosseguir os objectivos e desenvolver as acções mais à frente apresentadas de acordo com os três eixos prioritários que a seguir se enunciam.


“Aprofundar LAÇOS, Alargar Horizontes”
Eixos Prioritários

1.      Um Despacho não apaga a História!
Combater pela revogação do Despacho do Ministro da Defesa Nacional que quer impor o encerramento do nosso Instituto de Odivelas.

2.     Ser Solidária
Desenvolver e dar continuidade às acções de solidariedade social até agora empreendidas pela AAAIO.

3.     Aprofundar os LAÇOS
Por em prática mecanismos facilitadores do estabelecimento de redes de entreajuda e convívio entre as Meninas de Odivelas.


Na prossecução dos objectivos e acções a seguir referidas a Associação procurará fomentar sinergias e estabelecer parcerias com outras entidades consoante o carácter das medidas em causa e designadamente com a Associação de Pais e Encarregados de Educação e a Direcção do Instituto de Odivelas.





… / …
Os Objectivos a Prosseguir e as Acções a Promover

Eixo 1 - Combater pela continuidade do Instituto de Odivelas

1.1 -        Acções de pressão e influência – desenvolver contactos com os grupos parlamentares na Assembleia da República, as chefias militares, as instâncias e mecanismos governamentais designadamente na área da igualdade e da defesa dos direitos das mulheres e da educação, os partidos políticos, as organizações não-governamentais promotoras da igualdade e da defesa dos direitos das mulheres, associações internacionais, personalidades com influência na opinião pública, jornalistas, etc.;

1.2 -       Acções de sensibilização e esclarecimento – fomentar acções públicas com visibilidade nacional e internacional e organizar encontros de esclarecimento e debate sobre a causa do Instituto de Odivelas;

1.3 -       Cooperação – estimular o trabalho conjunto com a Associação de Pais e Encarregados de Educação das Alunas e a Direcção do Instituto de Odivelas e estabelecer relações de entreajuda com associações congéneres.

Eixo 2 - Desenvolver e dar continuidade às acções de solidariedade social
                da AAAIO

2.1 -        Lar “A Nova Casa” - garantir a sustentabilidade do lar da 3ª idade actualmente em funcionamento;

2.2 -       Fundo de Solidariedade - criar um fundo monetário para auxiliar alunas em dificuldades;

2.3 -       Bolsas de Estudo - reunir meios para a criação de bolsas de estudo em moldes a definir.

Eixo 3 - Aprofundar os LAÇOS entre as alunas, actuais e antigas

3.1 -        Base de dados - criar uma base de dados universal de alunas, para sabermos quem somos, onde estamos e o que fazemos;

3.2 -       Mais associadas – promover acções que facilitem o processo de adesão e que sustentem e tornem mais estimulante a vida associativa;

3.3 -       Menos quota - Promover a revisão do sistema de quotizações, propondo a redução do valor anual das quotizações em geral e, em particular, a definição de situações de isenção ou redução especial;

3.4 -       Redes geográficas - promover a criação de grupos informais e/ou delegações da AAAIO locais, regionais e internacionais de alunas;

3.5 -       Redes de saberes – estimular o intercâmbio de conhecimentos, promovendo e apoiando a criação de grupos de contacto por áreas profissionais e/ou de interesses;

3.6 -       Amadrinhamento, mentoria e tutoria - promover a criação de programas de amadrinhamento, mentoria e tutoria, escolares e profissionais, entre actuais e antigas alunas;

3.7 -        Bolsa de emprego – promover a divulgação de ofertas de emprego;

3.8 -        Visibilidade das alunas - contribuir para a visibilidade acrescida das actuais e antigas alunas que se distingam pela sua actividade cívica, profissional e desportiva, designadamente através dos media da Associação – Revista “Laços” e sítio na Internet – e promovendo a instituição de prémios anuais;

3.9 -       Visibilidade e prestígio do Instituto de Odivelas - divulgar a nível nacional e internacional o Instituto de Odivelas e o trabalho das suas alunas com vista designadamente à angariação de novas alunas e a aumentar o prestígio do IO;

3.10 -   Benefícios e serviços - contratar parcerias comerciais para as sócias (clínicas, lojas, supermercados, bancos, farmácias, etc.) e averiguar a possibilidade de fornecer serviços que rendibilizassem as estruturas existentes;

3.11 -    Angariação de fundos - estabelecer um projeto de financiamento da atividade da AAAIO tendo em vista diversificar as fontes de financiamento e as opções de angariação de fundos, por ex. desenvolvendo iniciativas culturais e recreativas com a finalidade de estreitar os LAÇOS entre todas as alunas e angariar fundos;

3.12 -   Meios de comunicação da Associação - reformular a revista “LAÇOS” (distribuição, publicidade paga) e, bem assim, o sítio na Internet da AAAIO por forma a dotá-los do dinamismo e da polivalência necessárias à divulgação periódica e estruturada das actividades desenvolvidas ou promovidas pela AAAIO e das actividades e trabalhos das alunas.

DUC IN ALTUM!



As Promotoras:
Ana Manuela de Castro Coucello (68/1959)-Ana Maria Trindade Lobo (275/1956)
-Conceição Chitas de Brito (246/1956)-Elsa Maria Tenrinho Martins Magro (135/1979) -Isilda Almeida Pires (163/1973)-Leonor Ornelas de Medeiros Tavares (16/1954)
-Maria Isabel Santos de Almeida Joglar (362/1959)-Maria João Oliveira Baptista Marcelo Curto (254/1960)-Maria Luís Souto de Figueiredo (225/1956)
-Maria Teresa Carvalho Magalhães (334/1972) - Sofia Vaz Serra (381/1974)


Sem comentários: