Google+ Followers

Google+ Followers

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

CUIDADO

"O chefe do clã espanhol dos Bourbons luta com todas as forças para que não se concretize o seu badalado afastamento e substituição pelo filho mais velho. Com a casa monárquica a viver o seu maior descalabro desde a morte de Franco, Juan Carlos percebeu onde residiam as suas vantagens comparativas e onde podia ir buscar alguma da força que, no resto, lhe falha: o domínio da informação. 
Para isso, criou e desenvolveu uma relação pessoal muito especial com o general Félix Sanz Roldán, ‘patrão’ do Centro Nacional de Inteligencia (CNI) e tornou-se assim o homem mais bem informado de Espanha. Juan Carlos é quem mais sabe de tudo o que se passa, tanto nos seus círculos mais próximos como fora deles. Não quer manter-se à margem de nada e não quer que nada lhe escape… Para ter acesso directo a tudo, muito contribuem os encontros regulares de fim de semana com o ‘patrão’ do CNI, numa relação muito informal. “Juanito”, como era conhecido em Lisboa nos seus largos anos de vida no Estoril, parece empenhado em derrotar todos os que apostaram num seu afastamento em “slow motion” como solução para a crise da monarquia espanhola.
O grande confidente de Juan Carlos, general Félix Sanz Roldán, tem 69 anos, foi chefe do Estado Mayor de la Defensa (2004–2008), Subdirector General de Planes y Relaciones Internacionales en la Dirección General de Política de Defensa (DIGENPOL) del Ministerio de Defensa, fez o curso do Colegio de Defesa da NATO (NADEFCOL), em Roma, é diplomado em “Cuestiones Internacionales, del Instituto de Cuestiones Internacionales” e foi auditor dos cursos do CESEDEN, o equivalente ao nosso Instituo da Defesa Nacional. "

in I.E.

Sem comentários: