Google+ Followers

Google+ Followers

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

O ELMO


O REGRESSO DO ELMO DE D. SEBASTIÃO A PORTUGAL.
Chegou dia 28 à noite, trazido por um luso-alemão e um brasileiro-luso-alemão, que se identificam com a História de Portugal.
Mesmo com frio, e alta hora da noite, foram oficiais dos três ramos das Forças Armadas e um Membro do Corpo Diplomático
(todos reformados), que o vieram esperar e lhe deram as BOAS VINDAS de todo POVO PORTUGUÊS e de quem honra as suas
LUSAS ORIGENS.
Aproveito para informar também, que o elmo foi entretanto examinado e de se ter chegado à conclusão, tratar-se do
ELMO UTILIZADO POR D. SEBASTIÃO NA BATALHA DE ALCÁCER-QUIBIR .
Dentro de um a dois meses, será levado a efeito a APRESENTAÇÃO PÚBLICA do ELMO .
As razões do seu aparecimento agora, bem como do quadro de D. Sebastião, Rei-Menino com o Martelo de Armas do Santo Condestável
na mão, agora aparecido numa exposição em Zurique, apenas Deus sabe.
Os parabéns da CACINE a Rainer Daehnhardt

domingo, 30 de janeiro de 2011

LÁ VAI ELE


O ministro da Defesa Nacional , augusto ernesto  santos silva, acompanhado pelo Secretário de Estado da Defesa Nacional e dos Assuntos do Mar, Marcos Perestrello, visita no dia 1 de Fevereiro, a partir das 15h25, o NRP “Sagres”, atracado na Base Naval do Alfeite.
Programa:
15h25 - Chegada  ao NRP “Sagres”.
            Honras militares.
15h35 - Briefing na Câmara de Oficiais: balanço da viagem de circum-navegação realizada em 2010 e apresentação do planeamento para 2011 . Aberto aos órgãos de comunicação social.
16h05 - Alocução à guarnição pelo ministro.
16h15 - Ponto de Imprensa.. *


* O mais importante

sábado, 29 de janeiro de 2011

YES I CAN

Confesso que, quando sair daqui , gostaria de ir para Presidente da Caixa Geral de Depósitos , em Portugal.

ZARPOU

Levantou ferro agora mesmo e começou a zarpar, com 2 Helis enormes a sobrevoarem a sua cintura e a deixar aterrorizados os pescadores à linha que invadem a entrada da barra.
Enterprise, 40 anos, sua ultima missão que deve demorar 2 anos

E VIVA O SOCIALISMO

Os artigos 143.º e 144.º do Código do Processo Civil aprovado pelo Decreto -Lei n.º 44 129, de 28 de Dezembro de 1961, alterado pelo Decreto -Lei n.º 47 690, de 11 de Maio de 1967, pela Lei n.º 2140, de 14 de Março de 1969, pelo Decreto -Lei n.º 323/70, de 11 de Julho, pela Portaria n.º 439/74, de 10 de Julho, pelos Decretos -Leis n.os 261/75, de 27 de Maio, 165/76, de 1 de Março, 201/76, de 19 de Março, 366/76, de 15 de Maio, 605/76, de 24 de Julho, 738/76, de 16 de Outubro, 368/77, de 3 de Setembro, e 533/77, de 30 de Dezembro, pela Lei n.º 21/78, de 3 de Maio, pelos Decretos -Leis n.os 513 -X/79, de 27 de Dezembro, 207/80, de 1 de Julho, 457/80, de 10 de Outubro, 224/82, de 8 de Junho, e 400/82, de 23 de Setembro, pela Lei n.º 3/83, de 26 de Fevereiro, pelos Decretos -Leis n.os 128/83, de 12 de Março, 242/85, de 9 de Julho, 381 -A/85, de 28 de Setembro e 177/86, de 2 de Julho, pela Lei n.º 31/86, de 29 de Agosto, pelos Decretos -Leis n.os 92/88, de 17 de Março, 321 -B/90, de 15 de Outubro, 211/91, de 14 de Junho, 132/93, de 23 de Abril, 227/94, de 8 de Setembro, 39/95, de 15 de Fevereiro, 329 -A/95, de 12 de Dezembro, pela Lei n.º 6/96, de 29 de Fevereiro, pelos Decretos -Leis n.os 180/96, de 25 de Setembro, 125/98, de 12 de Maio, 269/98, de 1 de Setembro, e 315/98, de 20 de Outubro, pela Lei n.º 3/99, de 13 de Janeiro, pelos Decretos -Leis n.os 375 -A/99, de 20 de Setembro, e 183/2000, de 10 de Agosto, pela Lei n.º 30 -D/2000, de 20 de Dezembro, pelos Decretos -Leis n.os 272/2001, de 13 de Outubro, e 323/2001, de 17 de Dezembro, pela Lei n.º 13/2002, de 19 de Fevereiro, e pelos Decretos-Leis n.os 38/2003, de 8 de Março, 199/2003, de 10 de Setembro, 324/2003, de 27 de Dezembro, e 53/2004, de 18 de Março, pela Leis n.º 6/2006, de 27 de Fevereiro, pelo Decreto -Lei n.º 76 -A/2006, de 29 de Março, pelas Leis n.º 14/2006, de 26 de Abril e 53 -A/2006, de 29 de Dezembro, pelos Decretos -Leis n.os 8/2007, de 17 de Janeiro, 303/2007, de 24 de Agosto, 34/2008, de 26 de Fevereiro, 116/2008, de 4 de Julho, pelas Leis n.os 52/2008, de 28 de Agosto, e 61/2008, de 31 de Outubro, pelo Decreto -Lei n.º 226/2008, de 20 de Novembro, e pela Lei n.º 29/2009, de 29 de Junho, passam a ter a seguinte redacção: .  


...nem vale a pena ler

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

LÁ VAI ELE


 O ministro da Defesa Nacional, augusto ernesto santos silva, participa, no dia 29 de Janeiro, a partir das 11h30, na cerimónia de inauguração das instalações reabilitadas da Escola Secundária Dr. Joaquim Gomes Ferreira, em Valadares.

Nota: Esta é boa!!!!!

EM HONRA

Na passagem do 103º aniversário do brutal regicídio, na Igreja de Nossa Senhora da Encarnação ao Chiado, será celebrada missa em memória do Rei Dom Carlos e do Príncipe Real Dom Luís Filipe homenageando-se o seu sacrifício ao serviço da Pátria há 103 anos. 
3ª feira , 1 de Fevereiro ás 1900 horas

3º ou 4º MUNDO?


Cada gestor recebe em média 247 174 euros por ano, segundo um documento elaborado pelo CDS-PP e apresentado ontem no Parlamento.
Dezassete gestores de empresas públicas e dois presidentes de entidades reguladoras recebem por ano um total de 4 696 309 de euros em salários, prémios e outras regalias. O que significa 247 174 euros por ano em média cada um.
Estas contas foram feitas pelo CDS-PP e  ontem, no Parlamento, Paulo Portas usou-as para acusar as empresas públicas de "racionalidade económica a menos".
O líder do PP diz ser difícil de compreender, por exemplo, "como é que o governador do Banco de Portugal tem um salário de 243 mil euros por ano, que é quase o dobro dos 137 mil euros recebidos pelo presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos; ou que o o presidente da ANACOM receba, anualmente, 234 mil euros, um salário paradoxalmente superior aos 220 mil euros da chanceler Merkel", disse.
No 'top 3' dos gestores mais bem pagos pelo Estado, avança o mesmo jornal, encontram-se Fernando Pinto, presidente da TAP, Francisco Bandeira, que acumula a vice-presidência da CGD com o BPN e Faria de Oliveira, líder da Caixa Geral de Depósitos.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

SINISTRO

Ainda lá está

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

POIS

O nosso Marinheiro do Detalhe pergunta-me se o Presidente abdicou do vencimento ou teve de abdicar!!!!

Parece que não teve , mas teria, i.e. , a partir de 9 de Março inicia novo mandato, nova missão, pelo que então entra na lei que impossibilita a acumulação de vencimentos de Estado e pensões, também de Estado.

Então, diz o nosso Marinheiro, prescindir do salário agora, 2 meses, foi show off!!!!

Pois não sei, digo eu!

A LER


Em 20 de Janeiro de 2011 pelas 18h00, realizou-se nas instalações do Museu Militar da Madeira no Palácio de São Lourenço, o lançamento do Livro  “General José Vicente de Freitas – A Liberdade de Pensar“ da autoria do Dr. Francisco José Vieira Fernandes actual Secretário Regional da Educação e Cultura.

No inicio da cerimónia o Comandante Operacional e da Zona Militar da Madeira proferiu algumas palavras enaltecendo a iniciativa, referindo a honra que é para o Exercito Português ter tido nas suas fileiras uma figura tão distinta como a do oficial biografado.
A obra supra referida foi apresentada pelo Dr. Marcelino Castro, Director da revista “Islenha”.

Factos da vida profissional do General José Vicente de Freitas podem ser consultados no link abaixo indicado:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Vicente_de_Freitas


Nota: Recorde-se que este Oficial General foi Ministro do Interior do 49º Ministério, de Oscar Carmona e depois Presidente do Ministério de 18 Abril de 1928 a 8 de Julho de 1929

SINISTRO

Há cerca de 1,25 milhões de portugueses que são eleitores-fantasma no País. São falecidos que ainda não foram eliminados nas listas das freguesias ou emigrantes que mantêm o local de voto em Portugal apesar de se encontrarem no estrangeiro. As contas, com base no INE, foram feitas por Jorge de Sá, director da Aximage.



Por curiosidade fui consultar no PORDATA os números da população residente por grupo etário referidos a 31DEZ2009 ( última actualização)  e cheguei ao seguinte total de maiores de 18 anos : 8.780.612
Depois fui ao site da Comissão Nacional de Eleições e encontrei o seguinte total de eleitores inscritos no recenseamento eleitoral referidos também a 31DEZ2009 (apenas continente e ilhas) : 9.371.653
  Será que estamos a falar do mesmo país? Ou teremos mais de meio milhão de eleitores fantasma impossibilitados de se deslocar dos cemitérios onde jazem até às mesas de voto?
  Estes são os números a que eu cheguei numa grosseira pesquiza,mas tenho conhecimento dum estudo, salvo erro da Universidade do Minho, que chegou a uma taxa de abstenção técnica da ordem dos 10%. ( cerca de 850.000 eleitores fantasma ! )
  A que se deverá esta inacreditável desactualização dos cadernos eleitorais? Será apenas mais um fruto podre do habitual desleixo/incompetência das administrações autárquicas ?  Não, neste caso muito pior, pois trata-se de mais uma trafulhice ! É que os números de deputados à AR por círculo eleitoral , das assembleias municipais e de freguesia, bem como as transferências orçamentais para as autarquias são estipulados em função do número de eleitores recenseados... E portanto esta desactualização  é muito conveniente a todos os partidos que assim, em disfarçado conluio, dão emprego a mais uns tantos clientes à custa do contribuinte,e agravando a despesa pública. E neste caso, até  depois de morto o contribuinte serve para estes vampiros sacarem mais algum!
  Qual será o papel da Comissão Nacional de Eleições no meio disto tudo? Provavelmente "não tem nada a ver isto", tal como não teve  nada a ver com a  bronca do passado domingo de eleições, como se pode constatar pelo seu patético comunicado  que, hoje 25JAN , excretou no respectivo site...

  
  Aurélio Corbal
 General piloto aviador-ex-CEMFA




--

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

NOVO BISPO


Cabo Verde: Papa nomeia novo bispo para o Mindelo

D. Ildo Augusto dos Santos Lopes Fortes formou-se em Lisboa e assume agora a segunda diocese do arquipélago

Cidade do Vaticano, 25 Jan (Ecclesia) – Bento XVI nomeou hoje como novo bispo da diocese do Mindelo, em Cabo Verde, D. Ildo Augusto dos Santos Lopes Fortes, de 46 anos, sacerdote cabo-verdiano formado no Patriarcado de Lisboa.
A decisão foi publicada pela sala de imprensa da Santa Sé e coloca um ponto final ao vazio criado desde Julho de 2009, devido à transferência de D. Arlindo Gomes Furtado para a diocese de Santiago de Cabo Verde.
O novo bispo era, até agora, chanceler da diocese do Mindelo e responsável pela paróquia de São Vicente, na ilha com o mesmo nome, no noroeste do arquipélago africano.
D. Ildo Augusto dos Santos Lopes Fortes nasceu a 13 de Dezembro de 1964, na ilha do Sal, Cabo Verde, tendo feito o seu percurso de preparação para o sacerdócio nos seminários de Caparide e dos Olivais, do Patriarcado de Lisboa.
A sua ordenação sacerdotal aconteceu a 29 de Novembro de 1992, passando depois por várias paróquias da diocese portuguesa e do Mindelo, neste caso em duas experiências como missionário «fidei donum» (2005-2007 e de 2008 até hoje), ou seja, enviado pela diocese de Lisboa.
A diocese de Mindelo foi criada em 2003, por João Paulo II, englobando 166 mil habitantes (149 mil católicos, segundo o Vaticano).

ERA DE ESPERAR


Après le départ du président Lula, les changements de cap semblent se poursuivre, au Brésil, en matière de projets d'acquisition d'armements. Selon la presse spécialisée brésilienne, Dilma Roussef aurait décidé de suspendre l'accord préliminaire conclu l'an dernier avec l'Italie concernant le renouvellement de la flotte de surface brésilienne. La nouvelle présidente souhaiterait, en effet, revoir le projet et les propositions des industriels avant de prendre sa décision.
Faisant suite au programme PROSUB, notifié en 2009 et portant notamment sur la commande de quatre sous-marins français du type Scorpène, le projet PROSUP prévoit la réalisation de 5 frégates de 6000 tonnes, 5 patrouilleurs hauturiers (OPV) de 1800 tonnes et un bâtiment de soutien logistique. L'ensemble représenterait un investissement compris entre 3 et 4 milliards de dollars.
Le groupe italien Fincantieri est en lice, ainsi que le Français DCNS. Ce dernier, qui a décroché le contrat des sous-marins, propose des frégates multi-missions (FREMM), des OPV du type Gowind et vraisemblablement son nouveau design de bâtiment de ravitaillement (Brave). En dehors de ces deux industriels, l'Allemand TKMS, le Britannique BAE Systems et l'Espagnol Navantia, ainsi que le sud-coréen Daewoo, seraient également sur les rangs.
On notera que l'arrivée au pouvoir de Dilma Roussef a déjà entrainé une nouvelle réflexion autour du programme FX-2 de futur avion de combat de la force aérienne brésilienne. Cela alors qu'en septembre 2009, le président Luiz Inácio Lula da Silva avait annoncé sa préférence pour le Rafale français, en compétition avec le F/A-18 E/F Super Hornet américain et le Gripen NG suédois.

FORA

Faltam 9 dias

JUST TO KNOW


O número total de eleitores é de 9.629.630.
Votaram  4.489.904 ou seja 46,63% dos eleitores.
O Prof. Cavaco Silva obteve 2.230.104 votos, ou seja votaram nele apenas 23% dos eleitores.
Os outros candidatos, todos juntos, representam 20% dos eleitores.

A totalidade de eleitores que não se identifica com esta pseudodemocracia tem a seguinte percentagem:
Abstenção – 53.37%
Nulos – 1.93%
Brancos – 4.26%
Ou seja – 59,56%

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

POIS


Manuel Vicente reencontra Armando Vara, com quem vai partilhar a Cimentos Palanca
Com a compra da Escom, a Sonangol passa a ser proprietária da Palanca Cimentos, ainda em construção, localizada em Benguela.

Outro dos accionistas desta fábrica é a brasileira Camargo Côrrea, que contratou Armando Vara para "chairman" do grupo em África. Antes disso, Vara foi vice-presidente do BCP, banco do qual a Sonangol é o maior accionista privado.

Nota: Já lá dizia o ditado "....como era mesmo?

O FANFARRÃO

A partir de hoje, dia dos 19.8% , é melhor baixar a grimpa

sábado, 22 de janeiro de 2011

APELO REAL

NOTA:Do Governo ZERO

IMPOSTOS


MINISTÉRIO DAS FINANÇAS
E DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
Portaria n.º 1330/2010
de 31 de Dezembro
O Código do Imposto Municipal sobre Imóveis, abreviadamente designado por Código do IMI, aprovado pelo
Decreto -Lei n.º 287/2003, de 12 de Novembro, estabelece,
nos artigos 38.º e 39.º, que um dos elementos objectivos
integrados na fórmula de cálculo do sistema de avaliação
de prédios urbanos é o valor médio de construção por metro
quadrado, a fixar anualmente, sob proposta da Comissão
Nacional de Avaliação de Prédios Urbanos (CNAPU),
ouvidas as entidades previstas na lei, em conformidade com
o previsto na alínea d) do n.º 1 do artigo 62.º do mesmo
Código.
Assim:
Manda o Governo, pelo Ministro de Estado e das
Finanças, ao abrigo do disposto no n.º 3 do artigo 62.º do
Código do IMI, e na sequência de proposta da CNAPU,
o seguinte:
Artigo 1.º
Fixação do valor médio de construção
É fixado em € 482,40 o valor médio de construção, por
metro quadrado, para efeitos do artigo 39.º do Código do
IMI, a vigorar no ano de 2011.
Artigo 2.º
Âmbito de aplicação
A presente portaria aplica -se a todos os prédios urbanos
cujas declarações modelo n.º 1, a que se referem os artigos 13.º e 37.º do CIMI, sejam entregues a partir de 1 de
Janeiro de 2011.
O Ministro de Estado e das Finanças, Fernando Teixeira
dos Santos, em 21 de Dezembro de 2010

Nota:O IMI é um imposto que incide sobre o valor patrimonial tributário dos prédios (rústicos, urbanos ou mistos) situados em Portugal.
É um imposto municipal, cuja receita reverte para os respectivos municípios.
Substitui a Contribuição Autárquica e entrou em vigor em 01.12.2003.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

ÁS ARMAS


FORA

Faltam 13 dias

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

NAVEGAR É PRECISO

Olhem o que "ele" tem de andar para visitar esta gente toda e depois vir nos jornais

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

LIXARAM-NOS


".......Acabaram com o serviço militar obrigatório, um erro trágico em termos nacionais; quase acabaram com a Justiça Militar e fecharam os seus tribunais; tentam “civilizar” constantemente o ensino militar; deram uma machada terrível na disciplina, com a reforma do RDM; obrigaram ao fim de praxes e tradições; retiraram sistematicamente a possibilidade a militares do quadro permanente em ocuparem outras funções fora das FAs; restringiram, enormemente, a expressão pública por parte dos militares; durante décadas impediram que as FAs participassem nas festividades do Dia de Portugal; a escolha dos chefes militares passou a ser exclusivamente por critério político e retiraram-nos da escala indiciária dos vencimentos – ou seja, tentaram separar a cabeça do resto do corpo; retiraram, constantemente, competências à cadeia hierárquica e coarctaram a capacidade dos chefes defenderem os seus homens o que levou ao aparecimento de “Associações” que podem evoluir para sindicatos o que transformaria a tropa num bando armado sem qualquer valor militar; abriram-se as fileiras ao ingresso de mulheres, decisão perfeitamente demagógica e escusada cuja única consequência foi aumentar os problemas sem qualquer contrapartida em mais valias e, agora, pretendem acabar com o Sistema de Saúde Militar e com o Fundo de Pensões.
            Enfim o rol de asneiras e malfeitorias é extenso e quase ininterrupto........"


Nota :Parte do último escrito do Ten. Coronel Brandão Ferreira, com a devida vénia , a propósito das armas "desaparecidas" nos Comandos

Lixaram-nos e continuam a lixar , e nós a ver, continuamos a ver
            

LÁ VAI ELE



ministro da Defesa Nacional na Recepção de Ano Novo dos Bolseiros dos PALOP e Timor

O ministro da Defesa Nacional, augusto ernesto santos silva, preside esta quarta-feira, 19 de Janeiro, pelas 18h30, no Forte de São Julião da Barra, à cerimónia de recepção de ano novo dos alunos bolseiros dos cinco Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa e de Timor-Leste, que frequentam cursos em instituições ligadas à Defesa Nacional e às Forças Armadas Portuguesas, no quadro da Cooperação Técnico-Militar.

Nota: Os Militares ficam de fora, como sempre.



Pergunta: Como é que os rapazes vão ter ao Forte?



ÁS ARMAS


FORA

Faltam 16 dias

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

LÁ VAI ELE


O ministro da Defesa Nacional, augusto ernesto santos silva visita, no dia 18 de Janeiro, a partir das 10h00, as instalações hospitalares do Serviço de Urgência Conjunto, no Hospital Militar Principal (junto do largo da Estrela, em Lisboa).
A visita não poderá ser acompanhada pelos órgãos de comunicação social. No final da mesma, cerca das 10h30, o ministro  prestará declarações aos jornalistas no exterior, junto à entrada do Serviço de Urgência.

Nota 1:  Ça c´est pour sourir

Nota 2: O cavalheiro agora vai tantas vezes aos hospitais que ainda apanha alguma bactéria.Cuidado

MAS O QUE É ISTO?

Maria José Morgado deu uma entrevista ao EXPRESSO na qual se confessa. É um depoimento pessoal, de uma mulher profundamente triste que afirma nunca se ter interessado pela vida porque sempre se interessou pela utopia. É um retrato de alguém que se consagrou a essa abstracção chamada partido.

Nasceu em África, Angola, mas «a minha infância não tem nenhuma importância objectiva». Se tivesse nascido em Lisboa era igual. «A terra encarnada ou os pôres-do-sol de fogo são memórias fúteis, muito boas para romances e notavelmente aproveitadas pelo Lobo Antunes». Mas «tudo isso é dispensável, não me traz saudades». «As recordações tristes para mim são boas porque são as mais intensas». «Em Luanda havia bailes, ia-se à praia, nada disso me agradava».

A relação com o MRPP, para onde recrutou Durão Barroso, é definida como uma relação exclusiva, que considera o amor uma «fraqueza», onde o romantismo «era contra a moral proletária», o sentimento pelo marido (outro militante) como «fazendo parte da militância e não como uma paixão tradicional» e os sentimentos como «coisas que se constroem». O amor era um desvio pequeno-burguês. O corpo era «uma fraqueza» e tinha de ser abandonado. Lia-se obrigatoriamente Marx, Lenine, Estaline, Mao Tsé-Tung e Engels. «Aquilo tinha uma mística!».

Ela era conhecida por Mizé Tung, sempre pronta para a pancada. A coragem era uma consequência do sentido de missão, «uma obrigação», e não são admitidas vacilações. Só falavam «dos assuntos da revolução e do partido». O quotidiano da relação com o actual marido era sem tempo e por isso ficavam na mesma casa sendo era raro encontrarem-se. Porque «tínhamos ambos tarefas a cumprir».

Quando ela rompeu com o partido, por causa do marido, Saldanha Sanches, ter rompido, diz: «o mundo abateu-se sobre mim». «O partido era a única razão de ser da minha existência. Não tinha outros interesses nem outros valores. Tive de renascer depois disso». Atirou-se ao jogging «para não enlouquecer». Agora também pratica natação, que ela acha «hedonista». Antes disso, a dedicação ao partido deu-lhe, confessa, os anos mais felizes da vida dela. 



Nota:Tirado de Clara Ferreira Alves, in Diário Digital

JUST TO KNOW


Considerando que o lugar de Director de Serviços de Planeamento Estratégico de Defesa, Estudos e de Apoio à Gestão (DPEDEAG), criado na estrutura orgânica da Direcção-Geral de Política de Defesa Nacional (DGPDN) pelas disposições conjugadas dos artigos 7.º do Decreto Regulamentar n.º 20/2009, de 4 de Setembro, e 3.º da Portaria n.º 1277/2009, de 19 de Outubro, se encontra vago;
Considerando que, face às múltiplas competências atribuídas à DPEDEAG é urgente e imprescindível garantir o seu normal funcionamento;
Considerando que o Capitão-de-Mar-e-Guerra Pedro Miguel de Sousa Costa preenche os requisitos legais e possui a necessária experiência e aptidão técnica para o exercício das funções inerentes ao cargo em apreço, conforme nota curricular anexa:
1 - Nomeio, ao abrigo do disposto no artigo 27.º da Lei N.º 2/2004, de 15 de Janeiro, na redacção que lhe foi conferida pela Lei n.º 51/2005, de 30 de Agosto, o CMG Pedro Miguel de Sousa Costa, Director de Serviços de Planeamento Estratégico de Defesa, Estudos e de Apoio à Gestão da DGPDN, em regime de substituição;
2 - O ora nomeado fica autorizado a optar pela remuneração que lhe é devida pela categoria de origem.
3 - O presente despacho de nomeação produz efeitos a partir de 1 de Janeiro de 2011.
3 de Janeiro de 2011. - O Director-Geral, Luís Faro Ramos.

JUST TO KNOW


Nota oficiosa da Comissão Nacional de Eleições - Voto em branco

Tem circulado de forma generalizada na Internet e através de correio electrónico uma mensagem de apelo ao voto em branco. Esta mensagem induz os cidadãos em erro, na medida em que afirma que se for obtida uma percentagem maioritária de votos em branco a eleição do Presidente da República, do próximo dia 23 de Janeiro de 2011, será anulada.
Por essa razão, um número significativo de cidadãos tem vindo a solicitar à Comissão Nacional de Eleições esclarecimentos sobre a veracidade da informação divulgada.
No sentido de promover o esclarecimento objectivo dos cidadãos a este respeito, a Comissão Nacional de Eleições vem informar o seguinte:
- Os votos em branco e os votos nulos não têm influência no apuramento dos resultados;
- Será sempre eleito, à primeira ou segunda volta, o candidato que tiver mais de metade dos votos expressos, qualquer que seja o número de votos brancos ou nulos.

Ao abrigo do artigo 11.º do Decreto-lei n.º 85-D/75, de 26 de Fevereiro, determina-se a divulgação da presente nota.

A IR


FORA

Faltam 19 dias

domingo, 16 de janeiro de 2011

SE FOR PRECISO


Embaixada em Tunes
Embaixadora: Maria Rita da França Sousa Ferro Levy Gomes
Embaixada de Portugal em Tunes
2, Rue Sufétula
1002, Tunis-Belvédère
Tunísia
Fuso Horário: + 1 hora
Horário: das 8h00 às 15h00 
Telefone: 002 167 189 39 81 / 788 189
Fax: 002 167 179 10 08
E-mail: ambport@hexabyte.tn

NOTA:É preciso, primeiro e antes de telefonar, saber se a Senhora lá está

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

É ASSIM, AGORA


Separadas por escassas horas, as mortes do coronel .
Victor Alves, "capitão de Abril", e do cronista "cor-de-
rosa" Carlos Castro tiveram o condão de fazer notar
uma vez mais algumas evidências sobre Portugal .
e os portugueses que nunca será de mais destacar.
Na verdade, mesmo admitindo as macabras circunstâncias
em que Castro foi assassinado e os requintes de malvadez de
que foi aparentemente vítima, não parece normal que tal
facto tenha merecido tão esmagadoramente maior espaço
mediático do que o desaparecimento de um dos principais
símbolos da Revolução do 25 de Abril de 1974 e destacado
operacional da construção do processo democrático.
Víctor Alves faleceu domingo, cerca de 36 horas depois da
morte, em Nova Iorque, de um colunista sociál conhecido
por se dedicar há décadas a analisar os factos da actualidade
"cor-de-rosa" nacional. Considerado em muitas das
biografias espontâneas que dele nos últimos dias chegaram ao
nosso conhecimento como "um cidadão de primeira", Vítor
Alves foi um homem probo, sério, rigoroso, sensível que
contribuiu de forma decisiva - antes e depois do dia 25 de
Abril de 74 - para o actual regime democrático em Portugal.
Vítor Alves, que integrou, com Vasco Lourenço e OteIo
Saraiva de Carvalho, a comissão coordenadora e executiva do
MFA (Movimento das Forças Armadas), foi o autor do
primeiro comunicado dirigido à população no dia 25 de Abril
e o militar que foi o porta-voz do Movimento. Mas as
exéquias mediáticas de Vítor Alves foram curtas, muito
curtas, se levarmos em conta a importância do seu legado e o
impacte informativo que outros factos da actualidade
suscitaram e de que é exemplo, sublinho, a vaga noticiosa
relativa à morte de Carlos Castro.
O País trocou "um cidadão de primeira" por uma "histó-
ria de segunda", mas o desiderato é positivo: chancela-se ir ..
morte do militar, político, ministro e conselheiro da Revolução em
rodapés a correr e baixos de página e atribuem-se honras de Estado
... mediático ao assassinato do cronista (não cronista social conto
alguns lhe chamam, como se Carlos Castro e Fernão Lopes fossem
páginas do mesmo livro ... ) e às incidências macro trágicas em
que foi encontrado o seu corpo após alegada tortura, castração e
assassinato.
Mas a responsabilidade de todo este "estado a que - de novo
e citando Salgueiro Maia - chegámos" não é do povo. Porque
não é o povo que edita jornais, blocos noticiosos, telejornais
ou sites. Nem é o povo o responsável por Marcelo Rebelo de
Sousa ter dedicado ontem, no Jornal da TVI, mais tempo de
antena à morte de Carlos Castro do que ao . Desaparecimento
de Vítor Alves. 
António de Sousa Duarte
Ex-jornalista, consultor
de comunicação, doutorando em Ciência Política

Nota: Esta é a tristeza do nosso(?) novo País.Agradeço ao FFP

TOMA LÁ ESTA,PÁ


A l’attention de Monsieur José Manuel Barroso
Président de la Commission européenne
Monsieur le Président,

Comme vous le savez, la Commission européenne a produit plus de trois millions d’exemplaires d’un agenda aux couleurs de l’Union européenne pour les écoles secondaires. Cet agenda comprend la mention des fêtes juives, hindoues, sikhs et musulmanes, mais aucune fête chrétienne n’y est signalée. Même la page du 25 décembre est vide
Comment une telle discrimination est-elle possible ? 
Mon inquiétude, mon incompréhension, et même mon indignation sont grandes.
La Commission européenne peut-elle prétendre à un oubli ? Mais comment peut-on involontairement omettre de mentionner la fête de Noël, célébrée à travers toute l’Europe par de nombreuses personnes même non-chrétiennes ?
Vraiment, je ne peux l’accepter.
Au nom de la vérité, au nom de la reconnaissance de ce qui a été et de ce qui est, je ne peux l’accepter. Le rôle de la religion chrétienne dans la formation de l’Europe est un fait historique indéniable, et il est aberrant qu’un agenda réalisé par la Commission européenne ne la mentionne d’aucune façon. Comment est-il possible d’affirmer que cet agenda constitue une « mine d’informations sur l’Union Européenne », en ôtant toute référence au christianisme ? Comment prétendre instruire des jeunes sur l’Union européenne en niant une religion qui a tant contribué à sa construction et à son unité ?
Ensuite, je ne peux l’accepter, au nom d’une grande partie de la population européenne dont le christianisme est la religion. Je refuse que soit ainsi nié, oublié ce qui revêt une importance si grande dans la vie de toutes ces personnes, ce socle de valeurs et de convictions qu’elles ont en commun.
Enfin, je ne peux l’accepter, au nom des millions de chrétiens persécutés et tués à travers le monde en raison de leur foi. Comment l’Europe peut-elle faire preuve d’une ignorance totale vis-à-vis d’une religion au nom de laquelle ils souffrent et meurent, vis-à-vis de fêtes qu’ils ne peuvent célébrer qu’au péril de leur vie ?
En espérant votre soutien en faveur d’une Europe qui promeuve le dialogue entre les religions, et qui valorise le rôle et l’apport de chacune dans la construction d’une société de paix, de prospérité et de tolérance, je vous prie d’agréer, Monsieur le Président, mes sincères et respectueuses salutations.
Error! Filename not specified.





Christine BOUTIN
Ancien Ministre

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

LÁ VAI ELE

O ministro da Defesa Nacional, augusto ernesto santos silva, estará presente na cerimónia de tomada de posse do Comandante-geral da GNR, Tenente-General Newton Parreira, que terá lugar no dia 14 de Janeiro, pelas 16h00, no Salão Nobre do Ministério da Administração Interna.


A FRASE DO ANO


"Quando os submarinos chegarem, à medida que forem chegando, certamente que será procurada para eles a melhor aplicação e a melhor rendibilização, no quadro das missões das Forças Armadas que estão consagradas desde 2005 e é aí que vamos encontrar...."
Interrompido pela entrevistadora - "Ainda não há missão conhecida para esse primeiro submarino [que chega dentro de um mês]?" -, o CEMGFA acrescentou: "Conhecem-se, em tese, as capacidades dos submarinos (...) e é nesse contexto que procuraremos a melhor aplicação desse novo recurso."

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

E VIVA O SOCIALISMO


 O responsável máximo dos Jesuítas em Portugal, padre Nuno da Silva Gonçalves, enviou hoje uma carta aos membros da Congregação, considerando “de extrema gravidade e de asfixia progressiva” a situação dos seus colégios.
“Além de ter sido aprovado um novo enquadramento jurídico que debilita a situação do ensino privado e cooperativo com contratos de associação, o financiamento decidido unilateralmente pelo Governo é claramente insuficiente, com a agravante de se pretender tratar por igual escolas que são muito diferentes”, lamenta.
O Ministério da Educação publicou a 29 de Dezembro de 2010 uma portaria que define “o apoio financeiro a conceder, no âmbito de contratos de associação” aos estabelecimentos de ensino particular e cooperativo, prevendo um subsídio anual, por turma, de 80 080 euros, já a partir deste mês de Janeiro.
Segundo o Provincial português dos Jesuítas, “todos aqueles que defendem a liberdade de educação em Portugal têm sublinhado que o Governo, a pretexto da crise financeira, decidiu desferir um ataque ao ensino particular e cooperativo como há muito não se via no nosso País”.
Este responsável critica as decisões tomadas pelo executivo, nos últimos dois meses, a propósito das escolas particulares e cooperativas com contratos de associação.
No próximo ano lectivo (2011/2012), a renovação dos contratos deixa de ser automática, passando a fazer-se mediante a verificação da insuficiência da rede pública e acordo entre as partes.
No caso da Província Portuguesa da Companhia de Jesus, assinala a missiva “as medidas tomadas pelo Governo afectam gravemente o Colégio das Caldinhas, o Colégio da Imaculada Conceição e o curso nocturno do Colégio de S. João de Brito”.
Segundo o padre Nuno da Silva Gonçalves, “trata-se de uma circunstância extraordinária que exige a mobilização de todos e, em particular, das comunidades educativas dos colégios, como já tem vindo a acontecer.”.
O sacerdote  apela à continuação das manifestações de apoio aos colégios e reafirma a sua solidariedade aos jesuítas e leigos que trabalham nos escolas da Companhia de Jesus em Portugal, deixando-lhes, “num momento particularmente difícil, uma palavra de estímulo e de confiança no futuro.”
O Decreto-lei que regula o apoio do Estado aos estabelecimentos de ensino particular e cooperativo foi publicado, em «Diário da República», a 28 de Dezembro, permitindo a avaliação e renegociação dos contratos.
Os contratos de associação visam a atribuição de um subsídio pelo Estado às escolas privadas que completem as insuficiências da rede pública de escolas.
OC

BLOGOLÂNDIA

Blog Tu Barão. Excelente, fez ontem 4 anos.

Lá sente-se a águia vermelha, Odivelas, a AIP , a informática, a recordação e , sobretudo a amizade.

Parabéns,

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

FORA


MENSAGEM DE ANO NOVO DE SEXA O Engº CHEFE DO ESTADO-MAIOR GENERAL
01-01-2011
Oficiais, sargentos e praças das Forças Armadas,
Tropa!Pessoal aí de baixo. Soldadagem.
Esta será a última mensagem de Ano Novo que vos dirijo, pois a passagem do testemunho neste cargo está para breve.Tudo tenho feito para que me renovem o cargo, mas parece que não consegui, o que é uma injustiça enorme, como sabem, pois sempre tentei agradar aos meus Chefes.
Numa retrospectiva sobre o meu trabalho ao longo desta última década, desenvolvido numa solidão que classifico como jurássica e de vazio de ideias, na qual exerci as mais altas funções de chefia, primeiro em santa Apolónia e, mais tarde,  das Forças Armadas,  faço o seguinte balanço:
Como homem de reformas que sou, e que para lá vou, iniciei estas descobertas na Tropa, tarde e com ignorância. Assim, mudei, fundi e desestruturei aquela instituição, culminando no meu projecto de “Transtornação do Exército”, pensado e dimensionado para um “País das Maravilhas” e de forma a não poder intervir em lado nenhum. A minha inovação, aliada à minha incapacidade de manipulação e de imposição que o poder me conferiu, destruiu, assim, a esperança de um futuro melhor para as armas.
Na senda das minhas reformas, cedo as retomei ao assumir a liderança das Forças Armadas, com a minha ascensão ao cargo Superior. Nelas me redescobri. Mas, não foi um percurso fácil. Em Espanha sempre me inspirei, refugiei e até copiei. Porém, a tropa já não me queria mais seguir. Espanha impunha o conceito do “Conjunto Disjunto”, ao qual eu adaptei a minha visão colectiva de “Mando, por Junto, sempre para o Exército”. Perante as dificuldades, refugiei-me na obstinação cega e na utilização das minhas melhores práticas de reforma, sobre aquilo que pudesse estar à mão. Assim, não dei ordens quando devia, ofendi a Constituição e menti ao Presidente da República, sempre que a minha obstinação o impusesse. E, no meu antro de solidão, desestruturei as carreiras do pessoal, substitui-me ao Interesse Nacional e, como obra-prima, estou a propor a destruição, pura e simples, da “Salut Militar”. Pressupuesto!
O meu lema foi , e será sempre, "agradar ao meu superior", para assim subir na carreira.
Ainda , claro, tenho esperança de um lugar de Administrador, ou Presidente, que me dê carro e motorista.
No final do ciclo avassalador que a minha incompetência produziu, resta-me despedir,  oferecendo-vos a minha versão poética acerca de tudo aquilo que hoje sinto, inspirado que fui no nosso saudoso poeta Barbosa do Bocage,um ilustre Oficial da nossa Armada , com os votos de um feliz Ano Novo, sobretudo para quem ocupa lugares superiores ao meu.

Já CEMGFA não sou!..Estaline porventura
Minha ambição vai parar desfeita em vento…
Eu aos meus traí e ultrajei! O meu tormento
Leve me torne sempre a reforma e a cabeça dura.


Conheço agora já quão triste figura
Em memorandos de mentira fez meu louco intento.
Recompensa!.. Tivera algum merecimento,
Se um raio da razão seguisse, pura!


Eu me arrependo; A língua quase fria
Brade berros aos meus cabos e à ordenança,
Que atrás do som jurássico corria:


Outro Estaline fui… A esperança
Travei!.. Oh! Se me creste, tropa ímpia,
Rasga as minhas directivas, crê na mudança!

SURREALISTA

Fabulosa esta placa existente no interior das instalações da ex-Cooperativa Militar.

Instalações que "ele" desconhece, senão já estávamos sem elas

Foto (excelente) de LSN

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

LÁ VAI ELE


Ministro da Defesa Nacional preside à cerimónia militar comemorativa do 174º aniversário da Academia Militar

 O ministro da Defesa Nacional, augusto ernesto santos silva, preside no dia 12 de Janeiro, a partir das 15h00, à cerimónia militar comemorativa do 174º aniversário da Academia Militar.

Não sei se alguém o terá convidado, mas o homem lá vai, pois tem folga na campanha do candidato Manuel Alegre

O QUE É ISTO?


1 - Os membros do Conselho do Ensino Superior Militar (CESM), com excepção do seu presidente, desde que não titulares de relação jurídica de emprego público, quando convocados para reuniões ordinárias ou extraordinárias e desde que nelas participem, têm direito a senhas de presença diárias, cujo montante é fixado em (euro) 102,98.
2 - Os membros das comissões especializadas ou grupos de trabalho e o secretário, desde que não titulares de relação jurídica de emprego público, têm direito a senhas de presença diárias, cujo montante é fixado em (euro) 102,98 por cada dia que se encontrem no exercício efectivo de funções no CESM.
3 - O presente despacho produz efeitos desde 18 de Maio de 2010.
23 de Dezembro de 2010. - O Ministro de Estado e das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos. - O Ministro da Defesa Nacional, Augusto Ernesto Santos Silva.

A IR


O túmulo de D. Afonso de Portugal e a Sé de Braga

 O Instituto dos Museus e da Conservação (IMC) e o Tesouro-Museu da Sé de Braga realizam, dias 10 e 11 deste mês, em Braga, o colóquio «A Arte e as Artes. O túmulo de D. Afonso de Portugal da Sé de Braga – Um projecto interdisciplinar”.


No primeiro dia, esta iniciativa decorre na Universidade Católica Portuguesa (UCP), Faculdade de Ciências Sociais, e no segundo na Sé de Bracarense. “Braga na crise da Independência e nos primórdios do Renascimento” pelo Cón. José Marques será o tema de uma das conferências.

O site do Instituto dos Museus e da Conservação informa também que João Soalheiro, Director Regional de Cultura de Lisboa, fará uma conferência sobre “A Rota das Catedrais – entre o património móvel e o património integrado”.

POSSE VICE CEMA

domingo, 9 de janeiro de 2011

RIP

Há alguma guarnição da CACINE que admira ,e mesmo gosta , do Coronel Victor Alves, hoje falecido.

Foi um "militar de Abril" ...embora por aí se ficasse!

Também muitos dos nossos Amigos e Visitantes com ele se identificavam , daí o nosso respeito .

Pelo seu sofrimento ,  longo, tocamos a silêncio.

CONFERENCIAS do CASTELO

Durante o mês de Janeiro irão realizar-se, na cidade do Porto, no auditório da Fundação Eng. António de Almeida, a Conferência "Opções estratégicas de Portugal. O sistema de alianças e a cooperação internacional", que será proferida por Sua Excelência o Secretário do Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Professor Doutor João Cravinho dia 13 de Janeiro, pelas 16h30 e a Conferência "Segurança humana e Defesa Nacional", proferida pelo Dr. Victor Ângelo, ex-secretário geral adjunto das Nações Unidas, dia 19 de Janeiro, pelas 21h30.

Nota: Fala quem sabe

E "ele", não irá?????

JUST TO KNOW


         A VERSÃO DE MANUEL ALEGRE, EM 1995 (in “Guerra de África (…)” de José Freire Antunes (Extractos).
“ (…) De facto (o comandante militar de Angola) mandou-me, sob prisão militar, de regresso a Lisboa, onde estive com residência fixa. Cheguei a Lisboa em Dezembro de 1963. Mais tarde, em Maio de 1964, fui informado de que iria ser preso e enviado para Angola, para ser julgado em tribunal militar. (…) passei á clandestinidade.”
“(…) Fui convidado para trabalhar na Rádio Argel e acabei por lá ficar. Quem dirigiu primeiro a rádio foi o Tito de Morais e depois passei a ser eu, durante dez anos, de 1964 a 1974. Entrevistei muita gente, e praticamente todos os líderes dos movimentos de libertação.”
“(…) A Argélia teve um grande papel no que respeita às ex-colónias portuguesas, porque a maior parte dos seus dirigentes, os primeiros quadros foi ali que receberam instrução militar, nomeadamente o Samora Machel.

        VERSÃO  DE  MANUEL  ALEGRE,  EM MARÇO 2010
(in DN -27-3-2010)
“Eu não sou desertor, nem nunca fui. Eu estive na guerra; estive em Mafra, nos Açores e Angola. Sou até dos candidatos presidenciais o único que entrou em combate. Depois estive envolvido numa conspiração em Angola, pela qual fui preso e passado á disponibilidade (1). Fui-me embora para não ser preso pela PIDE por razões políticas.
“Eu não tenho juízo moral nenhum sobre aqueles que desertaram, até porque, naquela altura, muita  gente achava legítimo fazê-lo. Mas eu não desertei e não quis desertar; quis viver a experiência da guerra e vivi a situação de combate no pior momento da guerra em Angola, que foi em 1962-63, com as minas a rebentar em Nambuangongo e Quipedro, que era a capital da guerra. E não me arrependo dessa experiência (…)”.            

sábado, 8 de janeiro de 2011

CRIME, WE SAID

O inefável e inqualificável ministro fechou o Hospital da Boa-Hora, vulgo Belém e assim acabou com uma escola médica que demorou anos a formar.

Além disso aquele Hospital foi pago com dinheiro dos Militares de carreira, com o desconto salarial destinado aos Tuberculosos das Forças Armadas (ATFA). Com que direito esta criatura que o Diabo nos fez calhar na sorte, nos tira o que é nosso?

Se forem a qualquer dicionário verão o sinónimo.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

EM HONRA

Uma marca nortenha, este Pôncio, que Deus receba

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

D´ACCORD


À ATENÇÃO DO DR. BALSEMÃO
É sabido que, honra lhe seja, Francisco Balsemão, sendo um grande patrão da imprensa, não tem, comprovadamente, por hábito influenciar os conteúdos políticos dos órgãos de informação de sua propriedade.
No entanto, ao ver a “nova política” da SIC e, sobretudo, da SIC Notícias, alguém menos prevenido perguntaria: que mal terá o Prof. Cavaco feito ao Dr. Balsemão?
É que chega a ser patética a forma insistente, permanente, mil vezes repetida, como os jornalistas da SIC falam e refalam da peregrina história do BPN, com a evidente intenção de “enterrar” o candidato Cavaco.
À cabeça do pelotão de execução, o Crespo, quem diria, insinua, esgravata, qual lobo da fábula, acusa, sublinha, exige, pergunta, insiste e torna a insistir, quase obriga os convidados a alinhar com as suas opiniões.
Tudo isto muito, mas muito para além daquilo a que se poderia chamar informação. Tem a ver com opinião, opinião dos jornalistas vendida com insistência às pessoas como se de informação se tratasse.
Não sei qual a intenção desta campanha. Duvido que se possa justificar por mera oportunidade de arranjar escandaleiras onde elas não existem e audiências à la manière.
Há qualquer coisa mais. O quê?

Já viu isto, caro Francisco Balsemão? Não tem nada a dizer? É que uma coisa é não dar ordens opinativas aos jornalistas, outra é deixá-los à vara larga, a dizer o que acham em vez de fazer jornalismo.

5.1.11

António Borges de Carvalho

domingo, 2 de janeiro de 2011

NEW BLOG

"A publicação do “Livro do Curso Hermenegildo Capelo” em 2004, a comemoração anual do “Dia do Curso” e as diversas actividades que se têm vindo a desenvolver, tiveram como consequência uma maior aproximação entre todos os camaradas que passaram por este curso, contrariando um certo comodismo que de todos se vai apoderando com o avançar da idade.
O GT então nomeado por despacho do Rei Neptuno, voluntariamente obrigado a manter-se em funções, tem sido questionado no sentido de ser criado um Blogue, espaço de encontro e reforço da camaradagem entre todos os que passaram por este curso.
Assim, aproveitando uma acção de “formação em blogues” proporcionada pelo Luís Silva Nunes (OC) e com o apoio técnico do Joaquim Villas-Boas (CR), vamo-nos lançar nesta aventura que só terá êxito se vivida e participada por todos osHagaCês."


Bem vindos, camaradas

sábado, 1 de janeiro de 2011

ADEUS AMIGO

 Paulo, Paulo Henriques Lowndes Marques , Oficial da Reserva naval (8º CEORN) , fuzileiro em Angola, fundador do CDS, Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros do 8º Governo Constitucional , advogado.

Um Oficial da CACINE ainda depois do Natal recebeu uma carta dele, com o tradicional postal que ele concebia , de maneira muito original, para sua Família e Amigos. Lutou quanto pôde, contra a doença que o minava , mas acabou por ser hoje vencido.

Abraços Amigos, destes encontros todos que a vida nos proporcionou, Paulo, e que nos faz saudade