Google+ Followers

Google+ Followers

quinta-feira, 12 de abril de 2012

LAMENTÁVEL


Fui um dos Portugueses que votou em si para Primeiro-Ministro de Portugal. Estou desiludido com V.Exa.! Não se pense porque me tirou na reforma ou porque está dificultando brutalmente a vida dos Portugueses. Nada disso! Isso são "situações" que terá de resolver, para tanto candidatou-se, voluntariamente, a essa tarefa. Sabia para o que ía! Cumpra!
Acabo de ler algures que V.Exa. depositou, em Maputo, um ramo (coroa) de flores em homenagem aos guerrilheiros da independência de Moçambique, especialmente a Josina Machel. É verdade?
Muito bem!!
Como sabe em Maputo há dois cemitérios com militares Portugueses mortos em combate, que dignificaram as suas vidas morrendo em defesa da Pátria Portuguesa. Pensou, durante um brevíssimo segundo, neles? Referiu essa efeméride? Esqueceu-se? Ou teve respeitos humanos? Colocou uma simbólica rosa em memória desses seus compatriotas? Preocupou-se em saber a indignidade que revelam as suas campas? Claro, que não!
Estou envergonhado perante a memória desses meus ex-camaradas militares, com a sua atitude (ou falta dela), Senhor Primeiro-Ministro!
Estou certo que Portugal lamenta !
Luis Bento (ex refugiado (1974) de Moçambique na África do Sul)

 

5 comentários:

José Sousa e Silva disse...

Excelente post !
O que é que se pode esperar desta nova classe possidente oriunda dessas "grandes escolas de virtudes" que são as juventudes partidárias onde "aprendem tudo"...

Anónimo disse...

Ora!...Ora que importância tem tal
gesto.Quando for necessário dar nas
vistas e mais uma vez"abaixar"as calças,até temos a competente;pron_
ta e bem disposta rapaziada da FRI,
que até podem m...magoar-se ao de_
fenderem competentemente causas que
são alheias a Portugal.
Anibal Martins.

Ugo Ferry disse...

Eu entendo em absoluto o que é afirmado no corpo do "post", mas teria um reparo a fazer. Não que esteja a querer "limpar" o Primeiro Ministro, mas porque há mais alguma coisa para se dizer.
É que quem na realidade não sabe aconselhar o PM são os seus acessores Diplomáticos que deveriam ter pensado no que é afirmado acima. Mas mais que isso o erro maior é do Embaixador de Portugal em Maputo, Ministro Plenipotenciário de 1.ª classe Mário Godinho de Matos e do seu DCM, bem como dos Secretários (também diplomatas).
Sabemos que o Responsável é sempre o "gerente" mas então que despeça os que o aconselharam mal.
Moura Ferreira

Manuel Brandão disse...

Manuel Brandão
Não admira que tal tivesse acontecido e tudo podemos esperar da geração da libertinagem que o que querem é liberdade, mas responsabilidade NEM VÊ-LA.
e O QUE DIZER DE FAZEDOR DE FALÊNCIAS!!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Bonito seria o Presidente da República de Moçambique, depositar uma coroa de flores num dos cemitérios de militares Portugueses,mortos em Moçambique.