Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 3 de julho de 2010

À OUBLIER

Armando Vara, cuja renúncia ao cargo de vice-presidente do Banco Comercial Português foi hoje anunciada, ainda tem direito a receber 260 mil euros, relativos aos seis meses de salários que decorrem até ao final deste ano, altura em que terminava o seu mandato, e ao subsídio de Natal deste ano.

De acordo com a informação disponibilizada pelo BCP no relatório sobre o governo da sociedade, o salário fixo do antigo administrador ascendia a 520 mil euros por ano, ou seja, a cerca de 37 mil euros por mês, tendo em conta que a remuneração dos gestores do banco é paga numa base de 14 meses por ano. Considerando que Vara sai do banco no início de Julho, ainda tem direito a metade do salário anual.

Segundo o comunicado emitido pelo BCP, na sequência da sua renúncia, o ex-vice-presidente da instituição vai receber uma “quantia correspondente à que lhe seria devida até ao termo normal do mandato em curso”.

1 comentário:

Anónimo disse...

acho graça à etiqueta