Google+ Followers

Google+ Followers

domingo, 23 de junho de 2013

FANTASTICO

"É um colosso dos mares, movido a dois motores de propulsão nuclear de potência equivalente a 70 mil HP: o NS 50 Let Pobedy é o maior navio quebra-gelos do mundo, capaz de romper camadas de 3 metros de espessura, rígidas como aço.
Repare no vídeo abaixo como navega no gelado mar do Ártico russo, rumo ao Polo Norte, como se deslizasse num lago de águas calmas – e, claro, nem tanto quando as camadas se tornam mais grossas e escuta-se o estalar do gelo sendo partido. Para isso, o navio, de 25 mil toneladas e 169 metros de comprimento, tem um casco de nada menos que 5 metros de espessura, com três camadas de diferentes tipos de aço, e sua proa não é ponteaguda, mas arredondada como uma colher.
A construção do formidável navio foi atribulada, inclusive pelo desabamento da União Soviética, em 1991. Começou a ser montado em 1989, em São Petersburgo (então Leningrado), sofreu várias interrupções por motivos vários e só ficou pronto em 2007.
Comandado com o auxílio de um complexo de computadores, sua capacidade de manobra é considerada “excepcional” pelos especialistas, e ele pode navegar a uma velocidade máxima de 24 nós (algo como 45 quilômetros por hora). Leva 140 tripulantes e, entre seus confortos, que começa com ar condicionado para suportar o frio terrível do Ártico, abriga restaurante, biblioteca, sala de música, salas de massagens, uma academia de ginástica e uma piscina aquecida.
A grande função de quebra-gelos como esse colosso é abrir caminho, na imensa área do Ártico russo, riquíssimo em petróleo, para a navegação de cargueiros e navios de prospecção de óleo. O NS 50 Let Pobedy também conduz turistas, a preços salgados, como se dá neste vídeo, em que o navio, apesar dos ventos poderosos do final de sua jornada, seguiu até o exato ponto do globo onde se situa o Polo Norte."


"Texto enviado de  Alm. J.L. Cardoso"

Sem comentários: