Google+ Followers

Google+ Followers

segunda-feira, 3 de junho de 2013

INENARRÁVEL


1 comentário:

José Sousa e Silva disse...

Este excelente post conduz-me a duas situações opostas :
1. Há uns anos o Vaticano atribuiu um prémio (raro) a um filme que mostrava explicitamente o incesto. Perante o espanto generalizado o Papa João XXXIII desfez as dúvidas: "trata-se da negação da negação - as pessoas precisam de ser confrontadas com os factos para os repudiarem."
2. Há muitas Instituições Nativas (impropriamente chamadas de tribos ou sociedades primitivas) em que o casamento consanguínio - incesto - é considerado preferencial e, muitas vezes, obrigatório.