Google+ Followers

Google+ Followers

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

ADEUS AMIGO

Eduardo. Tão cedo e tão depressa , meu Caro.

Um abraço , por todo esse caminho em que nos cruzamos, e certamente pelo reencontro que teremos

2 comentários:

Manel disse...

O ministro da Defesa, Augusto Santos Silva, lamentou a morte do antigo dirigente do PSD Azevedo Soares, destacando os "valorosos serviços" que prestou ao país enquanto ministro do Mar e elogiando o "empenhamento profissional" nas causas da Marinha.
"O país perdeu hoje um dos seus cidadãos mais ilustres", afirmou Santos Silva, reagindo assim à morte, esta madrugada, do antigo dirigente e ministro social democrata Azevedo Soares, 69 anos. O ministro da Defesa destacou que Azevedo Soares foi um "ilustre comandante da Marinha portuguesa e um cidadão que prestou valorosos serviços ao seu país, designadamente no cumprimento de funções governamentais", enquanto ministro do Mar do terceiro governo de Cavaco Silva, entre 1991 e 1995.
"Foi uma pessoa que se destacou pelo seu conhecimento técnico e pelo seu empenhamento profissional nas causas da Marinha e do mar", disse o ministro, destacando ainda o "contributo cívico que [Azevedo Soares] deu ao serviço da República". Santos Silva recordou ainda que enquanto ministro dos Assuntos Parlamentares, no anterior governo de José Sócrates, conviveu com Azevedo Soares, então membro da direção do PSD, destacando que, apesar de "adversários políticos", mantiveram uma relação "com enorme lealdade e sentido de urbanidade".
"Em meu nome pessoal, em nome do ministério da Defesa e em nome do Governo, quero manifestar o pesar por este falecimento", afirmou ainda o ministro da Defesa. O corpo de Azevedo Soares estará em câmara ardente na Basílica da Estrela a partir das 16.30 de hoje, e o funeral realiza-se na sexta-feira, pelas 10.30, para o cemitério dos Prazeres.

Anónimo disse...

Pelos vistos o Ministro também sabe falar verdade. Só é pena que seja sobre um acontecimento tão triste. Mas mais vale assim do que nada...