Google+ Followers

Google+ Followers

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

QUID?


  • Car@s associad@s
    ...

    Que pretende Vitor Gaspar, ao propor "alterações profundas do sistema político" no período pós troika?

    Não vejo outra interpretação possível que não seja a proposta de mudança do sistema político.

    Ora, estando nós em democracia, essa mudança implica voltarmos a uma qualquer ditadura, seja ela salazarista, hitleriana, mussolinista, fascista, estalinista, pinochetista, ou outra qualquer ista.

    Daí que seja pertinente perguntar: Vitor Gaspar equivocou-se, ensandeceu ou está a deitar as garras de fora?

    Depois do alvitre para "congelar a democracia, durante seis meses"; das declarações de necessidade de adaptar a Constituição da República às normas da troika, que o governo que nos (des)governa tenta impor a todo o transe; vem agora este ministro que ainda não conseguiu acertar uma que seja das suas previsões (continuo a considerar que ele sabe o que pretende, sabe o que está a fazer, e por isso se não trata de erro de previsão, mas sim de camuflagem de intenções), a apelar, ainda que indirectamente, à substituição da democracia pela ditadura!

    Que mais nos irá acontecer?

    Que mais é necessário, para corrermos rapidamente com estes colaboracionistas (novos migueis de vasconcelos)?



    Cordiais saudações



    Vasco Lourenço /A25A



Sem comentários: