Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 4 de maio de 2013

AS MENINAS DE ODIVELAS


"Protestamos contra decisão do Ministro da Defesa Nacional de encerrar o Instituto de Odivelas no ano lectivo de 2014/2015, integrando-o no Colégio Militar e havendo, já no próximo ano lectivo (2013/2014), transferência de parte das alunas para o Colégio Militar.
O Instituto de Odiv...elas é uma escola pública feminina que actualmente tem cerca de 300 alunas, das quais 50% são filhas de civis. É a escola feminina mais antiga de Portugal, com 113 anos de história, e o único internato feminino do país. Recebeu, como reconhecimento do seu mérito, duas das mais altas condecorações do Estado Português: a Medalha Honorifica Cruz da Ordem de Avis e a Medalha Honorifica Santiago da Espada.
A decisão do encerramento foi tomada pelo MDN de forma injusta e unilateral e foi apresentada às alunas, pais, antigas alunas, restante comunidade escolar e população do município como um facto consumado. Foi tomada com base num estudo efectuado por uma comissão liderada pelo Prof. Marçal Grilo, apesar de o mesmo ter afirmado que se trata de “uma questão delicada” e que o estudo é “insuficiente para suportar uma resolução destas.” 
Perante isto, é legítimo e pertinente colocar ao MDN as seguintes questões:
• Qual é o objectivo desta fusão?
• Em que estudos se baseou o MDN e como foram calculados os respectivos valores?
• Quanto pensa o MDN poupar com esta fusão, atendendo a que, por um lado, o Mosteiro continuará a ter custos de manutenção e conservação, e por outro lado, no decorrer dos últimos anos foram feitas obras de beneficiação no IO, que agora não serão rentabilizadas?
• Quanto vão custar as obras de adaptação do CM e a construção de novos edifícios para o internato feminino?
• O que vai acontecer ao Mosteiro depois da saída do IO? Quais vão ser os custos para manter um edifico com 700 anos de História?
• Atendendo a que o IO tem características próprias, qual é o critério de comparação com outras escolas? Como é calculado o custo médio por aluno? Como se valoriza o retorno de cada escola? Como se valoriza a posição nos rankings nacionais da alunas do IO? Como se valoriza a formação de excelência ministrada no IO? Como se valoriza uma história e tradições com 113 anos?
Embora nunca tenha sido pedida rentabilidade ao IO (como aliás a nenhuma outra escola pública), as Associações de Pais, em conjunto com as Associações de Antigos Alunos, apresentaram uma solução alternativa ao fecho. É um estudo de rentabilidade, que passa pela partilha de serviços e recursos com o CM, e cuja implementação trará resultados económicos positivos, sem qualquer investimento adicional, aproveitando e optimizando apenas os equipamentos já existentes.
Temos o direito de ser ouvidos. Temos o direito de entender as decisões do governo. A ausência de diálogo não é própria de um estado democrático.
Pedimos a ajuda e o envolvimento de todos. E estamos disponíveis para prestar todos os esclarecimentos adicionais.
Melhores cumprimentos"

Sem comentários: