Google+ Followers

Google+ Followers

terça-feira, 7 de maio de 2013

IN ILO TEMPORE


Aguiar Branco: "A auditoria externa às contas do partido é um erro estratégico"
"Revelador de pequena dimensão humana". Foi esta a expressão utilizada por José Pedro Aguiar Branco para classificar a auditoria pedida pela direcção de Luís Filipe Menezes às contas do partido desde 2001.
O deputado falava na reunião do grupo parlamentar, onde a única voz a defender a auditoria externa à gestão administrativa e financeira do partido ao tempo das lideranças de Durão Barroso, Santana Lopes e Marques Mendes foi o vice-presidente da bancada, Luís Montenegro.
Aguiar Branco, que continua a perfilar-se já com vista à sucessão de Menezes, classificou "um erro estratégico" estar a pôr em xeque o passado recente do partido e Mota Amaral concordou que o PSD está a atravessar "um momento muito difícil em que é urgente consolidar a credibilidade do partido como força alternativa ao PS".
"Vai ter que ser à bomba"
O clima interno vai cada vez mais em sentido contrário. Acossado com as notícias sobre movimentações internas já a pensar na sua sucessão, o líder social-democrata desabafou terça-feira, na Comissão Política, que se o querem tirar "vai ter que ser à bomba". Frase considerada por vários sectores do partido como um óbvio "sinal de fragilidade".
A relação entre Menezes e Santana Lopes também já conheceu melhores dias. Santana esteve terça-feira na reunião da Comissão Permanente do partido que antecedeu a Comissão Política mas não foi informado da auditoria. Quando o assunto foi abordado já Santana tinha saído e Pedro Pinto, vice de Santana no Parlamento, discorda da decisão.
Joaquim Coimbra, ex-membro da Comissão Política de Marques Mendes e actual membro da direcção de Menezes também discordou da auditoria. Que deixou os barrosistas em pé de guerra contra Luís Filipe Menezes. "Isto está por um fio", comentava esta quinta-feira um deputado próximo de Durão Barroso.
Quanto a Santana Lopes, o facto das suas incursões quinzenais pelo país terem enciumado a direcção de Menezes levou-o a cancelar a visita que tinha programado para o início da semana à zona Oeste. Numa aparente jogada de antecipação, Menezes dedicou o dia de quarta-feira precisamente à Zona Oeste, onde se reuniu com militantes.


Ler mais: http://expresso.sapo.pt/aguiar-branco-acusa-menezes-de-pequena-dimensao=f247826#ixzz2Sb0hxBHZ

Sem comentários: