Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 4 de setembro de 2010

A GOZAR COM O PAGODE

«Fizemos das melhores exibições dos últimos anos à frente» – Agostinho Oliveira

O comando técnico da Selecção portuguesa está nas mãos de Agostinho Oliveira. No primeiro jogo do apuramento para o Euro-2012, esta sexta-feira, o seleccionador adjunto lamentou a eficácia do Chipre que levou ao empate a quatro frente ao Chipre.

«Passámos três dias a alertar para tudo aquilo que o Chipre seria. Tinha equilíbrio, tinha qualidade e era muito rápida no contra-ataque», lembrou, nas entrevistas rápidas da RTP, no final da partida, em Guimarães.

«Soubemos recuperar o resultado, ultrapassar e ficar com um resultado positivo», frisou. No entanto, os quatro golos dos cipriotas em seis remates à baliza deitaram por terra as expectativas portuguesas.

Agostinho Oliveira relevou as vezes que Portugal foi à baliza do Chipre, «com bolas ao poste, grandes defesas do guarda-redes, bolas à barra». «Fizemos, do meio campo para a frente, das melhores exibições que vi nos últimos anos», afirmou.

A questão da ausência de Carlos Queiroz foi abordada, mas Agostinho Oliveira desvalorizou: «Não vão por aí. Isto é um momento de futebol, podia ter acontecido há três anos, ou daqui a quatro. O grupo soube refugiar-se».

«Admito que houve alguma falta de competência numa defesa que, habitualmente, é altamente competente. Não se percebe muito bem, mas acontece», reconheceu, pouco depois, já na conferência de imprensa, Agostinho Oliveira.
23:11 - 03-09-2010

1 comentário:

Anónimo disse...

acho graça à etiqueta