Google+ Followers

Google+ Followers

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

PIRATAS



Um petroleiro russo foi aprisionado por piratas somalis. A força naval da União Europeia, que patrulha aquelas águas, não interferiu, temendo baixas na acção
Por isso são accionados comandos navais russos que resgatam o petroleiro. A seguir libertam os seus compatriotas e transferem os piratas, inclusive os
feridos, de volta para o barco pirata, que é vasculhado em busca de armamento que, como se vai ver, é numeroso.
Os comandos só falam em russo. Um pirata, muito ferido, diz algo em inglês mas não é correspondido. Os piratas são manietados no seu barco.
Os comandos voltam de novo para o próprio vaso de guerra, de onde assistem e filmam o afundamento do barco pirata, em consequência das explosões das cargas por eles lá instaladas.

Os comandos russos afundaram o barco com os piratas sem qualquer procedimento legal (tribunal, processo, advogados, etc.) Usaram na realidade as leis contra pirataria dos séculos 18 e 19, quando o capitão do navio de resgate tinha o direito de decidir o que fazer com os piratas. Normalmente eles eram enforcados. Agora foi de outra forma.
E ainda fotografam e filmam tudo...e publicitam a acção colocando-a na Internet para outros piratas ficarem a saber!
Provavelmente os navios russos não mais serão alvos dos piratas somalis pois estes pensarão muito antes de os atacarem de novo!

http://true-turtle.livejournal.com/85315.html

Sem comentários: