Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 9 de junho de 2012

AOFA


Cerca das 17H00 de ontem, o Chefe do Gabinete de Sua Exa. o Secretário de Estado da Defesa Nacional (SEDN) contactou telefonicamente o Presidente da AOFA dizendo-lho que tinha recebido a incumbência de o informar que, no princípio da próxima semana, se inicia o processo que permitirá liquidar o complemento de pensão de reforma em falta (mês de Maio). Perguntado sobre a solução futura para este problema, o Chefe do Gabinete afirmou não saber. O nosso Presidente referiu, na oportunidade, que, de acordo com as competências constantes na Lei Orgânica nº 3/2001, de 29 de Agosto, a AOFA deve ser parte do processo que antecede a tomada de decisão sobre esse futuro e não ser apenas confrontada com um facto consumado.

Nota:A CACINE leu, no facebook, na pagina da AOFA, uma carta de um Sr Ten Coronel, entregue a várias altas entidades, e dirigida ao Prof.Doutor António Borges.
A carta contem uma série de inverdades e baseia-se em dados de difícil crédito a qualquer cidadão atento.
Dizer que o Senhor recebeu 225000€ mês e não pagou impostos, que ganha uma fortuna escandalosa são inverdades a que a AOFA não pode, nem deve, dar cobertura.

Já agora, e para esclarecimento , pois a CACINE teve esse empenho, a tal fortuna foram salários do FMI (alto funcionário, de que nos devíamos orgulhar) a que não são devidos impostos em Portugal, visto o pagamento ter sido nos Estados Unidos. O escandaloso ordenado como consultor do Primeiro Ministro são 25000€ /mês brutos , donde sai o salário para 2 pessoas que com ele trabalham.

Talvez um pouco de cuidado não fosse mau, pois o signatário da carta e a AOFA não ficaram nada bem na fotografia

1 comentário:

Anónimo disse...

Também li essa carta e fiquei com pena da triste figura que andamos a fazer

FSM