Google+ Followers

Google+ Followers

segunda-feira, 4 de junho de 2012

PORTUGUÊS DE ??????


 Aguiar ifen  Branco, o nosso inteligentíssimo ministro da Defesa, considerou importante copiar a atitude positiva registada no passado e aplicá-la aos tempos que agora se vivem. E ,então, disse:
 «É preciso criatividade e inovação, tal como aconteceu à época para conseguirmos ultrapassar essas dificuldades e, quando nós dizemos que é preciso fazer o que nunca foi feito, esse exemplo passado mostra que é preciso fazer, muitas vezes, o que não foi feito até então para ultrapassar essas dificuldades.»

6 comentários:

403 d'62 disse...

Face a tal "tirada", veio-me à memória certos excertos dos ultimos discursos de Américo Thomaz....

1677/78 disse...

Americo Tomaz não diria melhor, se bem que os seus neurónios estavam bastante mais deteriorados, dada a idade, que os deste senhor.Este papaguear nem como retórica poderemos classificar, coisa em que politico é catederático.

Anónimo disse...

EX.mos sr.es Almirantes.Na segunda metade dos anos cinquenta do seculo
passado,teria eu treze anos de idade,
nos primeiros anos de liceu,o meu
apetite pela leitura estava ao rubro.
Começava a ler os nossos classicos.
Muita Banda dezenhada de qualidade,
por exemplo "O Cavaleiro Andante" e
outros.Lia de fio a pavio,jornais e
revistas:"A Flama"o "Seculo Ilustra_
do",etc,etc.Um jornal diário,no seu
suplemento de fim de semana,tinha
uma folha humoristica onde uma determinada figura,usava muito esta
expressão"Ipso facto,paralelamente e vice versa".VExas como pessoas mais cultas que eu,não achais que
significa o mesmo que o sr. Minis_
tro disse?
Carlos Nabeiro.

Anónimo disse...

Deve ser do novo acordo ortográco.
Fiquei "esclarecido"!
Fernando Boaventura

J.N.Barbosa disse...

Mas de que exemplo do passado está ele a falar? Não me digam que é dos descobrimentos!

Manel disse...

Penso que se referia a 1385