Google+ Followers

Google+ Followers

segunda-feira, 25 de junho de 2012

BOA

Cascais aposta no turismo de cruzeiros com serviço inovador no país
A partir do próximo mês de Agosto, Cascais vai passar a poder receber navios de cruzeiro, uma novidade que resulta de uma parceria estabelecida entre a autarquia e a empresa King’s Coast, que prevê o desembarque dos passageiros e respectivo transfere para terra em lanchas, dispensando assim a existência de um porto ou de uma marina.
De acordo com a Lusa, o primeiro navio a adoptar este novo serviço é o The World, que deve chegar já em Agosto, mas estão previstos seis navios para este ano, num total de 1592 passageiros, número que, segundo previsões da autarquia, deve somar outros cinco navios e 1706 passageiros em 2013.
“Este serviço vai trazer vantagens brutais, já que estamos a falar de pessoas com grande poder económico e esta é uma aposta indirecta na requalificação e regeneração urbana a nível do comércio de proximidade que, acreditamos, terá uma melhoria substancial”, considerou Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, acrescentando que “um cliente específico deste tipo de cruzeiros gasta, em média, 200 euros por escala em serviços”.
E, segundo o autarca, esta aposta não fará qualquer concorrência a Lisboa, que é um dos principais portos nacionais para o turismo de cruzeiros, afirmando que os navios que estão a ser atraídos para Cascais não tinham qualquer escala prevista no país.
“Cascais não fará concorrência a Lisboa nem a qualquer outra cidade. O que o operador está a fazer é a angariar para Cascais cruzeiros que tinham interesse mas não tinham qualquer possibilidade de fazer escala no país”, explica Carlos Carreiras, frisando que se tratam de navios de luxo, diferentes dos que normalmente escalam em Lisboa.
Recorde-se que, em 2011, Portugal recebeu 1,2 milhões de turistas em navios de cruzeiro, com destaque para Lisboa e para o Funchal, os dois portos nacionais que maior número de navios recebem por ano, com a liderança a pertencer ao porto madeirense.
SSSSSSI.M.

Sem comentários: