Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 30 de junho de 2012

ONE MORE


Carta do TCOR Banazol ao 1º Ministro

Exmº Senhor 1º Ministro de Portugal
Permita que me apresente ? Paulo Manuel Madeira de Athayde Banazol, TCorCavª Reformado NMec 61729674 - e agradeça o tempo que eventualmente me dispense.
Li nos jornais que, mais uma vez, Pilotos e os Controladores Aéreos ameaçam entrar em greve ? a somar às já anunciadas greves na CP e Metro.
Não imagina a repulsa e a indignação que sinto por constatar que estas criaturas ? Pilotos e Controladores - com vencimentos e mordomias MUITO acima do comum dos portugueses se dão ao luxo de ?parar? o país com exigências absolutamente inacreditáveis.
Ouvi que a greve dos Controladores foi cancelada ? o Governo CEDEU !!!
Como português, a quem o Seu Governo reduziu (e continua a reduzir !!) a pensão, cortou os 2 subsídios e aumentou impostos, pergunto ao Senhor 1º Ministro de Portugal quando é que ENFRENTA esta gente e começa a combater de forma DECIDIDA estas e outras situações inaceitáveis e de moralidade duvidosa ?
Quando é que o Senhor 1º Ministro de Portugal vem a terreiro dizer aos milhares de portugueses que, de forma patriótica e corajosa O ajudam a levar Portugal por diante, que estas criaturas (Pilotos, Metro, Carris, Controladores Aéreos, hospedeiro(a)s e quejandos) NÃO são excepção (que parecem ser !), serão postos ?na ordem? e levados a trabalhar contribuindo ? como os demais portugueses ? para a solução dos problemas ?
Quando é que que o Senhor 1º Ministro de Portugal diz aos portugueses o que ganham e quais as mordomias absolutamente escandalosas e imorais destas criaturas que custam milhões ao Estado e que são pagas com os impostos de todos nós ?
Quando é que o Senhor 1º Ministro de Portugal se LEVANTA e DEFENDE os fracos ? os muitos que de forma abnegada O ajudam ? e COMBATE estes privilegiados e estes privilégios absolutamente imorais ?
Quando é que o Senhor 1º Ministro de Portugal ATACA FORTE e DECIDIDAMENTE o escândalo que são as PPP, as reformas douradas, os privilégios dos Deputados e seus séquitos, as Fundações, os dinheiros pagos a ex-governantes, etc, etc, e que custam milhares, aliviando um pouco de sacrifícios a Sua VERDADEIRA Gente ?
Já agora ? isto não é conversa de comunista e muito menos de socialistazinho - LONGE disso !
Sou português, militar, tenho aversão à política e políticos e não faço parte de associações militares - das quais discordo em absoluto porque acredito (ainda !) na Hierarquia.
Sabe Senhor 1º Ministro de Portugal ? já começa a cansar constatar tanta determinação para pôr em prática tanta medida que tanto dói ao comum dos portugueses e tanta falta dela para enfrentar esta gentalha que se julga superior e se põe fora do ?saco dos sacrifícios?.
No caso de persistência das greves ? pagas com os meus impostos ? será que vou ouvir e ver o Senhor 1º Ministro de Portugal a anunciar a Requisição Civil destas criaturas ?
Será que vou ouvir e ver o Senhor 1º Ministro de Portugal a dizer aos portugueses que vai acabar com a pouca vergonha que são os tempos de trabalho na CP, Metro e outras empresas alimentadas com os impostos de todos nós, bem como com os muitos e injustificados subsídios e mordomias atribuídos aos seus ?trabalhadores? ??
Será que vou ouvir e ver o Senhor 1º Ministro de Portugal a indignar-se com os prejuízos causados ao país e às pessoas por 6% de votantes não defendendo os outros ? muitos ! - que assim não votaram ??
Se assim não for Senhor 1º Ministro de Portugal, permita que comece a pôr em causa a sua coragem e a sua determinação ? é fácil atacar o fraco, gostaria muito e terá a minha simpatia e o meu apoio, se O vir a atacar os que se julgam ?fortes?.

Agradeço o tempo que me dispensa.
Às Ordens !
Paulo Banazol

1 comentário:

Anónimo disse...

Enquanto me deixam...
-- Desejo expressar o meu total apoio ao que disse o senhor Tenente-Coronel Banazol (na reserva).
-- Surpreende-me que os nossos media se abstenham de mostrar este lado fraco da nossa democracia, em que continuam (mais que nunca) a persistir demasiados tabus, verdadeiras vacas sagradas em que ninguem toca...
Vai sendo tempo!
Bem haja, senhor Tenente-Coronel.