Google+ Followers

Google+ Followers

sexta-feira, 9 de abril de 2010

ORA TOMA!

Exº Sr. Comandante J. L. Cardoso

Agradeço o seu mail e as informações nele contidas. Muitas delas, a sua
quase totalidade, já eram do meu conhecomento- incluindo a necessidade de
ter três submarinos disponíveis para manter sempre um
operacional: o mesmo sucede com as fragatas e daí uma das razões da minha
oposição. O ex-ministro Paulo Portas, confrontado com uma decisão grave de
politica orçamental, resolveu optar por uma solução salomónica, que acabou
por não poder agradar nem a gregos nem a troianaos.
Nãom obstante a sua argumentação, perjmita-me, todavia, que me mantenha na
minha posição: o facto de serem dificilmente detectáveis, não faz com que os
submarinos sejam a arma e a despesa adequada para as missões que hoje cabem
à nossa Marinha de Guerra, tendo em conta as variáveis nas quais há-de
assentar o conceito estratégico de Defesa Nacional, à luz daquilo que é a
realidade das ameaças, interesses e missões das FA.
Mas agradeço-lhe a atenção e as informações prestadas.

Com os melhores cumprimentos,

Miguel Sousa Tavares

1 comentário:

Anónimo disse...

Isto foi publicado no Expresso?