Google+ Followers

Google+ Followers

domingo, 17 de outubro de 2010

POIS....

Londres corta na Defesa menos de 10 por cento
Os cortes no Orçamento anual britânico vão limitar a redução na pasta da Defesa a menos de dez por cento, quando vários outros ministérios vão ver as suas contas limitadas numa média de 25 pontos percentuais.

O ministro das Finanças, George Osborne, defendeu inicialmente uma poupança de dez por cento da Defesa, mas após intervenção do primeiro-ministro, David Cameron, essa baixa não deverá ser superior a sete ou oito por cento dos actuais 37 mil milhões de libras (42 mil milhões de euros), avançava ontem a BBC online.

Esta mudança, sugeria a cadeia britânica, surge depois de a chefe da diplomacia norte-americana, Hillary Clinton, se ter declarado "preocupada" com o impacto que os cortes orçamentais britânicos na Defesa poderiam ter na missão da NATO no Afeganistão.

Com este orçamento, o exército britânico deve encetar baixas nos seus quadros, até sete mil pessoas nos próximos cinco anos, e o próprio Ministério da Defesa terá que despedir funcionários civis.
Finalizado ainda antes de ser feita a revisão da despesa pelo Ministério das Finanças, o Orçamento - com que o Governo quer reduzir o défice público - vai ser apresentado quarta-feira. Nele, um dos sectores mais penalizados é o da Educação, ainda segundo os dados obtidos antecipadamente pela BBC.n

NOTA:Será que o Dr. Judice sabe disto?

Sem comentários: