Google+ Followers

Google+ Followers

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

JUST TO KNOW

Conselho de Estado , que reúne hoje

É o órgão político de consulta da Presidência da República. Cabe-lhe pronunciar-se sobre questões como a dissolução do Parlamento nacional e dos órgãos das regiões autónomas, declarações de guerra e acordos de paz. Por inerência, compõem o Conselho de Estado o presidente da Assembleia da República, o primeiro-ministro, o presidente do Tribunal Constitucional, o Provedor de Justiça, os presidentes dos governos regionais e os antigos presidentes da República; cinco membros, ainda, eleitos pela Assembleia da República, e outros cinco designados pela Presidência.

AGUENTA MARUJO


Resolução

A Assembleia da República recomenda ao Governo, nos termos do n.º 5 do artigo 166.º da Constituição, a implementação das seguintes medidas:

1.      Que seja retomado o Grupo de Trabalho, criado pelo Despacho n.º 229/MEDNAM/2004, com a participação das Associações de Moradores e de Proprietários, de representantes dos órgãos das Autarquias Locais das áreas envolvidas, do Ministério da Defesa Nacional, e do Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território com o objectivo de encontrar as soluções conjuntas para viabilizar o processo de reconversão urbanística na área abrangida pela servidão militar do Depósito de Munições da NATO de Lisboa, na Quinta da Lobateira, Pinhal das Freiras, Quinta das Flores, Quinta da Escola e Pinhal da Palmeira na Freguesia de Fernão Ferro, no Concelho do Seixal.

2.      Que o Grupo de Trabalho referido no n.º 1 seja reconstituído e retome o seu trabalho até 31 de Dezembro de 2010.

3.      De acordo com o n.º 2 do artigo 5.º da Lei n.º 91/95, de 2 de Setembro, se reveja a possibilidade de desafectação do limite da servidão militar até ao estritamente necessário, para a viabilização do processo de reconversão urbanística, de acordo com o quadro legal, com vista à atribuição de condições mínimas de habitabilidade e legalização das habitações inseridas na área abrangida pela servidão militar do Depósito de Munições da NATO e que simultaneamente acautele todas as questões de segurança para a população.
Assembleia da República, 22 de Julho de 2010
Os Deputados,
PAULA SANTOS; FRANCISCO LOPES; BRUNO DIAS; MIGUEL TIAGO; JOSÉ SOEIRO; ANTÓNIO FILIPE; RITA RATO; BERNARDINO SOARES; HONÓRIO NOVO; JOÃO OLIVEIRA; JORGE MACHADO; JERÒNIMO DE SOUSA

NOTA.Esperemos o chumbo (reparem no acento, ao contrário, do nome do Jerónimo)

OUT

Seria mau que o OE 2011 não passasse no Parlamento. Mas só por uma razão , é que este PS tem de bater no fundo e mostrar ao País a cara dos responsáveis...por largo tempo.
A única coisa boa que teria o seu chumbo é que "ele" desaparecia, pelo menos da nossa vista

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

INJUSTIÇA

Andei por aí a ver casas para alugar , no campo e na praia, e achei um horror as rendas!!! Impossível de caro

Por isso acho uma injustiça os 775€ mensais que os juízes têm como subsídio de renda , mesmo depois de aposentados (jubilados, melhor dizendo) , mesmo que trabalhem na cidade onde têm habitação própria e mesmo.....(imagine-se) que coabitem com outro juiz (casado , união de facto e de futuro do mesmo sexo).

Assim não chega. Eles deviam refilar e pedir um subsídio decente, que lhes permita fazer frente à carestia de vida condizente com o seu estatuto de cidadão diferente do normal .

Com 775€ não chega. O  sindicato dos juizes (orgão de soberania!!!) que resolva.Greve já

A classe dos Juízes é o espelho da Nação



HIENA

Esta senhora (com apelido do ex-marido) é uma das principais responsáveis pelo deficit que temos , ao fazer a inenarrável cedência aos professores , no inicio das suas funções, só para ficar bem no filme.

Fez mal ao País e a todos nós, só pensando em si . Isto deveria de ser punido e responsabilizado perante o Povo.

Espantosamente continua a rir-se.......... coitada. Como a hiena, ri de quê?

CÁ SE FAZEM , CÁ SE PAGAM


Suspeitos de afundarem finanças islandesas começam a ser detidos

Dois ex-directores do banco islandês Kaupthing, nacionalizado de urgência em 2008, foram presos esta quinta-feira. Mas a lista de possíveis detidos envolve mais de 125 personalidades, segundo a imprensa.

Os directores de bancos islandeses que arrastaram o país para a bancarrota em finais de 2009 foram presos por ordem das autoridades, sob a acusação de conduta bancária criminosa e cumplicidade na bancarrota da Islândia.

Os dois arriscam-se a uma pena de pelo menos oito anos de cadeia, bem como à confiscação de todos os bens a favor do Estado e ao pagamento de grandes indemnizações.

A imprensa islandesa avança que estas são as primeiras de uma longa lista de detenções de responsáveis pela ruína do país, na sequência do colapso bancário e financeiro da Islândia.

Na lista de possíveis detenções nos próximos dias e semanas estão mais de 125 personalidades da antiga elite política, bancária e financeira, com destaque para o ex-ministro da Banca, o ex-ministro das Finanças, dois antigos primeiros-ministros e o ex-governador do banco central.

A hipótese de cadeia e confiscação de bens paira também sobre uma dezena de antigos deputados, cerca de 40 gestores e administradores bancários, o antigo director da Banca, os responsáveis pela direcção-geral de Crédito e vários gestores de empresas que facilitaram a fuga de fortunas para o estrangeiro nos dias que antecederam a declaração da bancarrota.

Em Outubro de 2008, o sistema bancário islandês, cujos activos representavam o equivalente a dez vezes o Produto Interno Bruto do país, implodiu, provocando a desvalorização acentuada da moeda e uma crise económica inédita.

NOTA: Cá , neste País que já teve nome, vão ser distribuídos assobios para o pessoal envolvido soprar , enquanto contam as notas do novo tacho que arranjaram

O ESTADO SOCIAL

Governo corta na dedução específica dos reformados para alegadamente acabar com os seus privilégios fiscais em relação aos trabalhadores dependentes. Mas há casos em que a discriminação se inverte
Os pensionistas com uma reforma superior a 33.000 euros anuais (2.357 euros brutos por mês) vão passar a pagar mais IRS do que os trabalhadores dependentes com o mesmo nível de rendimento. Esta discriminação negativa dos reformados decorre das novas regras fiscais previstas na proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2011 e é contrária à intenção do Governo de igualar as condições de tributação entre os dois.


        
     Nota 1-Acabar com os ricos  

              2-Acabar com os velhos

              3-Acabar com a classe média
              4-Não acabar com os pobres, porque senão acaba o eleitorado deles

              5-Não acabar com o desemprego, porque senão ninguém os ouve

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

VERGONHA ou....

MEDICAMENTOS SEM PREÇO PÕEM EM CAUSA O DIREITO À INFORMAÇÃO DOS CONSUMIDORES

O Governo aprovou um diploma legal que elimina das embalagens dos medicamentos comparticipados a indicação dos preços. Se essa medida entrar em vigor, os consumidores deixam de ter ao seu dispor nas embalagens o preço dos medicamentos. Esta eliminação não lhes permite a comparação dos preços no momento da sua aquisição.

É uma medida inesperada, que nunca tinha sido anunciada pelo Ministério da Saúde. Os prejudicados serão os portugueses, em particular aqueles que mais necessitam dos medicamentos, nomeadamente os idosos, reformados e doentes crónicos. A medida esconde dos consumidores as alterações de preços dos medicamentos. Ora, a transparência dos preços é um direito dos consumidores em todos os sectores de actividade. Nos medicamentos esse direito é essencial, porque são um encargo inevitável das Famílias.

A confiança dos consumidores nos medicamentos seria gravemente afectada. Apesar dos protestos de várias entidades, representativas de doentes e consumidores, nenhum responsável político foi capaz de dar, até hoje, qualquer explicação pública sobre a medida. A Assembleia da República vai analisar o diploma do Governo. Nestas circunstâncias, os signatários peticionam à Assembleia da República que determine a manutenção do preço nas embalagens dos medicamentos comparticipados.

Junte-se a este movimento.
Clique aqui..

www.medicamentoscompreco.com



-PFFA:enUS:
pBj39gCE0fMYkZaMo9B0GE- NOTA: Vergonha ou ????? Vigarice, pois claro, ou até inconstitucional.Então compro algo que não tem preço?

CORREIO

Em vez de mandarem a nós os furiosos comentários e os insultos, sugerimos que o façam directamente

- Presidência da República: belem@presidencia.pt

- Primeiro-Ministro: pm@pm.gov.pt

- Ministro das Finanças: gab.mf@mf.gov.pt

- Presidente da Assembleia da República: gabpar@ar.parlamento.pt

- Grupo Parlamentar do PS: gp_ps@ps.parlamento.pt

- Grupo Parlamentar do PSD: gp_psd@psd.parlamento.pt

- Grupo parlamentar do PP: gp_pp@pp.parlamento.pt

- Grupo Parlamentar do BE: bloco.esquerda@be.parlamento.pt

- Grupo Parlamentar do PCP: gp_pcp@pcp.parlamento.pt

- Grupo Parlamentar d'Os Verdes: PEV.correio@pev.parlamento

MARINHA PORTUGUESA PARTICIPA NA APRESENTAÇÃO DA NOVA VERSÃO DE "CALL OF ...

CÁ NÃO HÁ DISTO

Les Constructions Mécaniques de Normandie réalisent un beau tour de force technique en adaptant sur une vedette DV15 de la gamme Interceptor un canon télé-opéré de 30mm. Comme on peut le voir sur une maquette présente sur le stand des CMN à Euronaval, cette pièce est située à un emplacement assez inhabituel, en l'occurrence au dessus du poste de pilotage. Cette disposition lui offre un bon champ de battage et permet de loger, en réserve, plusieurs centaines d'obus.
D'une longueur de 15.5 mètres, les derniers DV15 ont été commandées par les Emirats Arabes Unis. Le chantier de Cherbourg a livré cet été 12 unités. Capables de filer 55 noeuds, ces vedettes durcies, réalisées aux normes militaires, embarquent une mitrailleuse de 12.7mm.

CORTE NA DESPESA

· Despacho n.º 8346/2010 begin_of_the_skype_highlighting              8346/2010      end_of_the_skype_highlighting. D.R. n.º 96, Série II de 2010-05-18
Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral

Requisita à empresa Deloitte & Touche, Lda., António José Oliveira Figueira, para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro
· Despacho n.º 8347/2010 begin_of_the_skype_highlighting              8347/2010      end_of_the_skype_highlighting. D.R. n.º 96, Série II de 2010-05-18
Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral
Requisita à Associação dos Bombeiros Voluntários de Colares Rui Manuel Alves Pereira, para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro
· Despacho n.º 8348/2010 begin_of_the_skype_highlighting              8348/2010      end_of_the_skype_highlighting. D.R. n.º 96, Série II de 2010-05-18
Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral
Requisita ao Sindicato dos Trabalhadores de Escritório, Comércio, Hotelaria e Serviços Vítor Manuel Gomes Martins Marques Ferreira, para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro
· Despacho n.º 8349/2010 begin_of_the_skype_highlighting              8349/2010      end_of_the_skype_highlighting. D.R. n.º 96, Série II de 2010-05-18
Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral
Designa o agente principal da Polícia de Segurança Pública Augusto Lopes de Andrade para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro
· Despacho n.º 8350/2010 begin_of_the_skype_highlighting              8350/2010      end_of_the_skype_highlighting. D.R. n.º 96, Série II de 2010-05-18
Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral
Requisita à empresa Companhia Carris de Ferro de Lisboa, S. A.,Arnaldo de Oliveira Ferreira, para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro
· Despacho n.º 8351/2010 begin_of_the_skype_highlighting              8351/2010      end_of_the_skype_highlighting. D.R. n.º 96, Série II de 2010-05-18
Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral
Designa o assistente operacional Jorge Martins Morais da Secretaria-Geral do Ministério da Cultura, para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro
· Despacho n.º 8352/2010 begin_of_the_skype_highlighting              8352/2010      end_of_the_skype_highlighting. D.R. n.º 96, Série II de 2010-05-18
Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral
Designa o assistente operacional Jorge Orlando Duarte Vouga do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, I. P., para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro
· Despacho n.º 8353/2010 begin_of_the_skype_highlighting              8353/2010      end_of_the_skype_highlighting. D.R. n.º 96, Série II de 2010-05-18
Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral
Designa o agente principal da Polícia de Segurança Pública Jorge Henrique dos Santos Teixeira da Cunha para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro
· Despacho n.º 8354/2010 begin_of_the_skype_highlighting              8354/2010      end_of_the_skype_highlighting. D.R. n.º 96, Série II de 2010-05-18
Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral
Designa a agente principal da Polícia de Segurança Pública Liliana de Brito para exercer funções de apoio administrativo no Gabinete do Primeiro-Ministro
· Despacho n.º 8355/2010 begin_of_the_skype_highlighting              8355/2010      end_of_the_skype_highlighting. D.R. n.º 96, Série II de 2010-05-18
Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral
Designa o agente principal da Polícia de Segurança Pública José Duarte Barroca Delgado para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro
· Despacho n.º 8356/2010 begin_of_the_skype_highlighting              8356/2010      end_of_the_skype_highlighting. D.R. n.º 96, Série II de 2010-05-18
Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral
Designa o agente principal da Polícia de Segurança Pública Manuel Benjamim Pereira Martinho para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro
· Despacho n.º 8357/2010 begin_of_the_skype_highlighting              8357/2010      end_of_the_skype_highlighting. D.R. n.º 96, Série II de 2010-05-18
Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral
Designa o agente principal da Polícia de Segurança Pública Horácio Paulo Pereira Fernandes para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro
· Despacho n.º 8358/2010 begin_of_the_skype_highlighting              8358/2010      end_of_the_skype_highlighting. D.R. n.º 96, Série II de 2010-05-18
Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral
Designa o agente principal da Polícia de Segurança Pública Custódio Brissos Pinto para exercer funções de motorista no Gabinete do Primeiro-Ministro

Nota: reparem nas designações de posto para dizer que no fundo são, com o maior respeito e honra, Motoristas

terça-feira, 26 de outubro de 2010

ORA TOMA!

“Estão permanentemente a pôr processos, a inventar processos, a prolongar artificialmente a duração de processos para terem os políticos reféns das suas reivindicações, das suas exigências. Uma espécie de chantagem política permanente”, disse à agência Lusa António Marinho Pinto, comentando um relatório do Conselho da Europa.

Segundo o relatório hoje divulgado, Portugal é um dos países europeus com rácio mais elevado de profissionais de Justiça e a remuneração dos juízes em fim de carreira tem um nível bastante superior à média salarial nacional.
O bastonário dos advogados considerou as remunerações dos juízes “uma vergonha” e “um escândalo”.

“Quem ouvir os seus megafones sindicais e corporativos a falar pensa que eles são mal pagos, quando, na verdade, eles são os magistrados mais bem pagos da Europa e até do mundo”, salientou, adiantando que “quantos mais privilégios têm, menos funciona a Justiça”.

Para Marinho Pinto, os juízes estão “permanentemente a intervir e a condicionar o debate público a partir das suas perspectivas corporativas”.

“Os juízes devem falar pelas suas sentenças. Os juízes que querem intervir no debate público que deixem de ser juízes e venham fazer política”, sustentou.

Os dados disponíveis, relativos a 2008, mostram que Portugal é o país da Europa com mais advogados por juiz.
Marinho Pinto considerou este rácio “absolutamente terceiro mundista”, culpando a Ordem dos Advogados (OA) que “não tem sabido ao longo dos tempos evitar esta massificação da advocacia”.

“A OA não tem sabido defender o prestígio da advocacia, nem tem sabido defender a dignidade da justiça, porque a degradação da justiça também tem a ver com a massificação da advocacia”, frisou.

O relatório conclui, também, que o sistema de justiça português consegue um equilíbrio entre o número de casos abertos e o número de casos resolvidos em cada ano, mas regista o peso de processos antigos.

Para o bastonário da OA, esta questão é “audaciosa”, porque entram cada vez menos casos nos tribunais e tem “havido em Portugal um escandaloso processo de desjudicialização da justiça”, com a passagem de alguns processos para os sistemas de mediação.

“O processo de desjudicialização da justiça impede os cidadãos e as empresas de ir aos tribunais portugueses. Tudo isso devido a reivindicações sindicais das magistraturas, que cada vez querem menos trabalho e mais dinheiro”.

O equilíbrio entre o número de casos abertos e o número de casos resolvidos “não reflecte”, segundo Marinho Pinto, “o aumento da produtividade dos magistrados, nem um aumento da eficiência dos tribunais”, tendo em conta que as “custas judiciais impedem os cidadãos de ir a tribunal”.

DU BON VIN

Belo "Porto".
Há pessoal da guarnição que já provou , e bebeu à memória do almirante Manuel Pereira Crespo

COISAS BOAS

A cerimónia de lançamento do livro “Marinha Portuguesa – Nove Séculos de História”, da autoria do Comandante José António Rodrigues Pereira terá lugar dia 27 de Outubro, Quarta feira ,pelas 19h00, (271900ZOUT) no Pavilhão das Galeotas, no Museu de Marinha. Nesta cerimónia estarão presentes o Presidente da Comissão de Defesa Nacional, Dr. José Luís Arnaut, o Secretário de Estado da Defesa Nacional e dos Assuntos do Mar, Dr. Marcos Perestrello e o Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante Fernando Melo Gomes.

Nota: "ele" não vai

AOS MOLHOS

COMISSÃO DE DEFESA NACIONAL
09:45 Horas dia 27 Outubro 2010
Visita à Marinha, Alfeite.

Submarino Tridente

José Luís Arnaut PSD Efectivo Presidente
José Lello PS Efectivo Vice-Presidente
João Rebelo CDS-PP Efectivo Vice-Presidente
Eduardo Cabrita PS Efectivo
João Soares PS Efectivo
José Miguel Medeiros PS Efectivo
Mário Mourão PS Efectivo
Marques Júnior PS Efectivo
Miguel Coelho PS Efectivo
Miranda Calha PS Efectivo
Sérgio Sousa Pinto PS Efectivo
Agostinho Branquinho PSD Efectivo
Correia de Jesus PSD Efectivo
Joaquim Ponte PSD Efectivo
Jorge Costa PSD Efectivo
Luís Campos Ferreira PSD Efectivo
Luís Montenegro PSD Efectivo
Pacheco Pereira PSD Efectivo
Raúl de Almeida CDS-PP Efectivo
Fernando Rosas BE Efectivo
António Filipe PCP Efectivo
Bravo Nico PS Suplente
Defensor Moura PS Suplente
Isabel Oneto PS Suplente
Luiz Fagundes Duarte PS Suplente
Maria de Lurdes Ruivo PS Suplente
Mota Andrade PS Suplente
Renato Sampaio PS Suplente
Rosa Maria Albernaz PS Suplente
Arménio Santos PSD Suplente
Carlos Alberto Gonçalves PSD Suplente
Fernando Negrão PSD Suplente
Jorge Bacelar Gouveia PSD Suplente
José de Matos Rosa PSD Suplente
Luís Rodrigues PSD Suplente
Pedro Rodrigues PSD Suplente
Rosário Águas PSD Suplente
Abel Baptista CDS-PP Suplente
José Manuel Pureza BE Suplente
Jorge Machado PCP Suplente

A REPUBLICA NO SEU PIOR

TRIBUNAL CONSTITUCIONAL

1- O Presidente tem um BMW 740 D  (129.245 EUR )
2- O Vice-Presidente: BMW 530 D  ( 72.664 EUR )
3- Os restantes 11 Juízes têm BMW 320 D  ( 42.145 EUR cada )


Nota: Não é justo haver uma diferença 56.581€ entre o 1º e 2º e de 30.519€ entre o 2º e os outros.Se fosse a eles refilava,caramba!

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

ANGOLA, UÉ


A policia angolana reteve na noite desde sábado (23) o jornalista Investigativo e actvista Rafael Marques na área de Chamuteba em Malanje quando o mesmo viajava para a zona do Kwango, na província da Lunda-norte.
De acordo com informações de ultima hora, o activista cívico foi interditado por dois policias armados que mandaram parar a sua viatura alegando que “conheciam o seu histórial” e que estavam seguir orientações de Luanda. Os agentes pediram a Rafael Marques que explicasse para onde se deslocava e o que ia fazer tendo o profissional respondido que a sua viajem se circunscrevia nos trabalhos dos direitos humanos que tem vindo a efectuar no município do Kuando. O mesmo foi solto 20 minutos depois quando já eram 18h.
Por alegadas falta de segurança, na área em que se encontrava, o mesmo acabou por pernoitar nas redondezas do local onde havia sido travado. Figuras com quem o mesmo abordou referem que a comunicação telefônica esta difícil e que para poderem se comunicar com o mesmo, o jornalista tem de subir a uma montanha para alcançar o sinal. As mesmas figuras são de opinião que as autoridades policias devem lhe oferecer segurança. Personalidades em Luanda, aconselharam a não seguir viagem aquela hora da noite para evitar eventuais emboscadas.
Na interpretação de observadores em Luanda, o cenário descrito indica que a viatura do mesmo vinha sendo perseguida desde a sua saída de Luanda razão pela qual receiam que algo de anormal venha acontecer.
Em Agosto passado, havia informação dando conta que conselheiros de José Eduardo dos Santos teriam sentido, nas palavras do estadista angolano inclinações semelhantes a incentivo a um correctivo contra Rafael Marques. De referir que Marques tem se destacado nos últimos meses com a publicação de relatórios de pesquisa e investigação sobre a corrupção que caracteriza o regime do MPLA e sob as agressões contra os cidadãos em Angola. Dois altos funcionários do regime, Manuel Vicente e Manuel Vieira Dias “Kopelipa” optaram por comprar duas publicações (Semanário Angolense e A Capital) depois destas terem publicado relatórios de Rafael Marques que lhes eram desfavoráveis. Após a compra o jornalista foi informado que já não podia mais escrever para estes dois jornais privados.
Precedente
De referir que a interdição a Rafael Marques acontece numa altura em que a organização dos repórteres sem fronteiras disse em relatório que Angola é o pior país da lusofonia para se exercer jornalismo.
Na madrugada de sexta feira, um jornalista da Radio Despertar, António Manuel “Jójó” foi esfaqueado por elementos que se fizeram passar por seus admiradores. No mês de Setembro, um outro jornalista, Alberto Tchakussanga da mesma emissora, foi assassinado em sua casa. No ano passado o veterano William Tonet foi igualmente interditado na fronteira de Santa Clara, no Cunene, quando se deslocava a Namibia. As autoridades retiraram-lhe o passaporte sem no entanto lhe terem esclarecido as razões pela qual procediam daquela forma.
O Sindicato dos Jornalistas em Angola tem feito intervenção alertando sob os riscos que os seus filiados tem passado. Para alem do Sindicato, existe também o Comitê dos Jornalistas do MPLA que entretanto não lamenta sobre o quadro negro que os seus colegas enfrentam. O único diário publico, não publica sobre estas ocorrência. Pelo contrario, o seu director José Ribeiro assina editoriais mal criados, caluniando estes profissionais com insinuações de estão ao serviços de organizações internacionais para “sujar” a imagem do Presidente angolano.

MA DAME


"Quero bem a todos os portugueses, mesmo àqueles que me fizeram mal".

Há 59 anos, em Chesnay, partiu para sempre uma grande Senhora, que tão bem soube ser a Primeira Dama, como Rainha, deste País.
É pena que se não possa imitar

E AINDA CHORAM

Portugal é um dos países europeus com rácio mais elevado de profissionais de Justiça e a remuneração dos juízes em fim de carreira tem um nível bastante superior à média salarial nacional, indica um relatório do Conselho da Europa.
O quarto relatório da Comissão Europeia para a Eficácia da Justiça (CEPEJ), um organismo do Conselho da Europa, aponta diversos indicadores que confirmam Portugal entre os países onde "a função reguladora da Justiça é tradicionalmente importante" e indica haver um nível favorável de salários dos juízes em relação à remuneração média do país.
O relatório da CEPEJ será divulgado oficialmente hoje, em Ljubljana (Eslovénia), no quadro do Dia Europeu da Justiça Civil, tendo sido apresentado à imprensa internacional em Paris, no dia 22 de outubro, pelo presidente do grupo de trabalho para a avaliação dos sistemas judiciais, o magistrado francês Jean-Paul Jean.

FALA QUEM SABE

O pedido de audiência é do PSD, que quer ouvir o chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA), general Valença Pinto, sobre as missões militares no estrangeiro. A agenda oficial da reunião da Comissão de Defesa Nacional, em inícios de Novembro, é essa, mas - em tempo de crise económica - na ordem de trabalhos estará uma avaliação da presença de soldados portugueses no estrangeiro. E há duas missões em especial avaliação: Líbano e Bósnia.

São operações em que Portugal gastará 600 mil a 700 mil euros por mês e que são questionadas. Fontes parlamentares lembram que países como a Itália já deixaram o Líbano, por exemplo, onde o contingente português - uma unidade de Engenharia - está há cerca de quatro anos, no Sul do país, integrada da UNIFIL. E, por isso, o PSD quer ouvir as explicações do CEMGFA sobre a manutenção, no terreno, destes contingentes das Forças Nacionais Destacadas.

Actualmente, Portugal tem militares destacados em várias missões: Afeganistão, Kosovo, Líbano, Bósnia e Somália. Além de Timor-Leste. No total, segundo o site do Estado-Maior-General das Forças Armadas, há 723 militares portugueses em missões no estrangeiro.

As despesas com a participação das Forças Armadas em missões internacionais previstas no Orçamento do Estado de 2010 ascendiam a 75 milhões de euros, mesmo assim 21 por cento abaixo do programado para o ano anterior.

Mesmo antes da comissão de Defesa com o general Valença Pinto, o ministro da Defesa, Augusto Santos Silva, já lembrou ao PSD que é um dos partidos responsáveis na decisão do envio de tropas em missão para o exterior.